Topo

Carros

Brasil impõe restrição à importação de carros

12/05/2011 19h25

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) anunciou nesta quinta-feira que o governo impôs uma barreira à importação de veículos.

A associação diz que, a partir desta semana, a entrada de automóveis no Brasil só será permitida após a obtenção de licenças, cuja concessão será avaliada em um prazo de 60 dias, conforme regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Até então, as licenças eram concedidas de forma automática.

A assessoria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior confirmou à BBC Brasil a adoção da medida e disse que ela visa "monitorar o fluxo de importações" do setor.

Segundo a Anfavea, porém, a nova regra tem como objetivo retaliar o governo argentino por restrições a produtos brasileiros, intenção não confirmada pelo governo.

A Argentina é uma grande produtora de carros e tem o Brasil como um de seus principais mercados. No primeiro trimestre deste ano, a importação de veículos pelo Brasil teve aumento próximo de 50% em relação ao mesmo período de 2010.

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) ainda não se pronunciou sobre a medida.

Atualmente, o Brasil já impõe restrições à importação de automóveis, ao cobrar 35% de imposto sobre o valor do veículo importado.

Além da Argentina, também devem ser afetados pela medida México, Estados Unidos e Japão, outros grandes exportadores de veículos para o Brasil.

Mais Carros