Carros

Pequim reduzirá registro de carros em 2011 para evitar congestionamentos

23/12/2010 19h39

A China anunciou nesta quinta-feira (23) que em 2011 reduzirá drasticamente o número de novos registros de automóveis na capital, Pequim. A partir do próximo ano, a cidade permitirá o registro de apenas 240 mil veículos, cerca de um terço do número de novas licenças emitidas em 2010.

O porta-voz do governo local de Pequim, Zhou Zhengyu, disse que “88% da quota será destinada a donos de carros de passeio, 2% a veículos comerciais e 10% a empresas”.

Com as novas regras, Pequim deve ter no máximo cinco milhões de carros nas ruas no próximo ano. Em 2005, a frota era de 2,6 milhões. Correspondentes dizem que os congestionamentos pioraram nos últimos anos, com o aumento do poder aquisitivo da classe média.

AUMENTO
Consumidores chineses anteciparam a mudança nas regras e aqueceram o mercado. Segundo a agência de notícias Xinhua, 30 mil veículos foram registrados na semana passada, três vezes mais do que a média semanal da cidade.

Uma pesquisa encomendada neste ano pela IBM sugere que Pequim, com 17 milhões de habitantes, empataria com a Cidade do México no posto de metrópole com o pior trânsito. A China ultrapassou os Estados Unidos em 2009 como o maior mercado consumidor de automóveis do mundo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo