Topo

Carros


Carros

Trump adia por 6 meses decisão de tarifar automóveis importados nos EUA

Nicholas Kamm/AFP
Donald Trump ao lado de Mary Barra, presidente-executiva da General Motors Imagem: Nicholas Kamm/AFP

De Washington (EUA)

2019-05-17T10:35:07

17/05/2019 10h35

Resumo da notícia

  • Presidente dos EUA ameaça com tarifa de 25% sobre carros importados
  • Trump considera déficit comercial problema de segurança nacional
  • Tarifa ameaça relação com parceiros como Europa e Japão

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai adiar sua decisão tarifar automóveis por até seis meses, uma política que pode afetar particularmente a União Europeia e o Japão, anunciou hoje (17) a Casa Branca.

"O processo de negociação será comandado por Robert Lighthizer, representante comercial dos Estados Unidos, e, se não alcançar um acordo em 180 dias, o presidente determinará se é necessário adotar ações adicionais", afirmou a Casa Branca em comunicado à imprensa.

Trump tinha até sábado para anunciar se decidiria avançar com sua ameaça de fixar tarifas de 25% sobre carros importados, um cenário que preocupa seus parceiros de negócios.

Para o presidente americano, a questão do déficit comercial representa um problema de segurança nacional.

"A superioridade militar e de defesa dos Estados Unidos depende da competitividade de sua indústria automotiva e da pesquisa e desenvolvimento que essa indústria gera", acrescentou a nota.

Estabelecer novas tarifas poderia prejudicar as já deterioradas relações comerciais de Washington com seus parceiros mais importantes, sobrecarregados com a decisão do ano passado de impor tarifas sobre o aço e o alumínio.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Carros