Topo

Seu Automóvel

Polícia alemã faz busca e apreensão na Porsche e Audi por "dieselgate"

Divulgação
Cayenne foi um dos modelos equipados com software ilegal Imagem: Divulgação

Da AFP

18/04/2018 10h42

Escândalo de software fraudulento envolveu marcas controladas pelo Grupo Volkswagen

A Justiça da Alemanha informou que realizou as primeiras operações de busca e apreensão para determinar a responsabilidade de executivos da Porsche no caso da fraude dos motores a diesel, conhecido popularmente como "dieselgate".

De acordo com o Ministério Público de Stuttgart (cidade onde fica a sede da montadora), "um membro da diretoria e um alto executivo" da Porsche estão sob investigação.

Veja mais

Porsche Panamera Hybrid: o carro mais econômico do país
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Ainda de acordo com a nota, as operações cobrem dez lugares nos estados de Baden-Wurtemberg e Baviera, com a participação de 160 policiais e cerca de 30 oficiais de Justiça.

A Porsche confirmou à AFP que mandados de busca também estão sendo cumpridos na Audi, outra marca do Grupo Volkswagen.

Estas são as primeiras operações de busca e apreensão na Porsche, marca controlada pela VW desde o fim de 2015.

A Volkswagen admitiu ter equipado 11 milhões de seus veículos a diesel - 600.000 deles nos Estados Unidos - com um software que adulterava o registro de emissões, originalmente superiores em até 40 vezes às normas autorizadas.

Mais Seu Automóvel