Topo

Carros

Nissan cria carro "autônomo" para reduzir acidentes

<br>Em Chiba (Japão)

01/10/2013 00h09

A japonesa Nissan apresentou nesta terça-feira, na região de Tóquio, um protótipo de carro "autônomo" capaz de evitar acidentes e aumentar a segurança no trânsito.

"O carro autônomo foi pensado, principalmente, para auxiliar o motorista", destacou a Nissan, lembrando que "90% dos acidentes de trânsito são provocados por falha humana".

"Um carro autônomo é, sem dúvida, mais seguro porque dispõe de sensores e câmeras com capacidades que superam a percepção humana", cujo campo de visão é reduzido, principalmente a noite, sem dispor de outros meios de detecção de obstáculos.

O novo carro utiliza dados cartográficos muito precisos e faz análises que lhe permitem antecipar cruzamentos, parar diante da aproximação de risco de outro veículo, desviar de obstáculos e veículos, e outras manobras visando à segurança do motorista.

Trata-se de reproduzir tecnicamente o que o homem é capaz de fazer de forma instintiva: compreender, julgar e agir.

O carro utiliza cinco câmeras, cinco scanners a laser e outras tecnologias de ponta para analisar o entorno.

Para garantir uma resposta rápida diante de acontecimentos imprevistos, são utilizados algoritmos de tomada de decisão e chips ultra-rápidos.

"Levamos mais de 30 anos trabalhando em carros autônomos e agora nos aproximamos do nosso objetivo graças a tecnologias eletrônicas recentes", destacou a Nissan.

Apesar da tecnologia de ponta, o carro autônomo manterá o volante e o motorista ainda será responsabilizado por eventuais acidentes.

O presidente da Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, declarou recentemente que o grupo espera lançar o modelo em 2020.

Mais Carros