Ultrapassagem perigosa é pecado, alerta o Vaticano

CIDADE DO VATICANO, 19 Jun (AFP) - A ultrapassagem de um carro de forma perigosa é pecado para a Igreja Católica, segundo as recomendações divulgadas pelo Vaticano nesta terça-feira para os motoristas.

A ausência de cortesia, os gestos vulgares, as blasfêmias e os insultos também figuram entre os pecados mais comuns praticados pelos motoristas, assegurou o cardeal Renato Martino ao apresentar o documento "Orientações para a pastoral das estradas" preparada pelo Conselho Pontifício para os Migrantes, que recorda que os católicos devem fazer o sinal da cruz antes de iniciar uma viagem.

"Os meios de transporte podem servir para promover as virtudes cristãs, entre elas a prudência, a paciência e a caridade", afirma o Conselho, que, em seu documento, elabora uma espécie de "decálogo especial" para os motoristas inspirado nos dez mandamentos.

UOL Cursos Online

Todos os cursos