Volkswagen nega plano para venda da Seat

FRANKFURT, Alemanha, 16 set (AFP) - O grupo automotor alemão Volkswagen negou nesta sexta-feira a informação da revista Der Spiegel de que planeja vender a marca espanhola Seat se os resultados não melhorarem a partir do próximo ano.

"Não há planos de venda nem de fechamento da fábrica (Seat) de Martorell" (nordeste da Espanha), disse o porta-voz de VW, Frank Gaube.

A Der Spiegel informa na edição de sábado que a VW ameaçou vender a Seat se os rendimentos econômicos da marca não melhorarem até meados de 2006.

Apesar do lançamento dos novos modelos Altea e León, as previsões apontam que a Seat, que pertence à divisão de automóveis de luxo Audi da VW, terá prejuízo este ano.

Se a Seat não melhorar o rendimento até meados de 2006, a VW poderia vendê-la, possivelmente a um grupo automotor chinês interessado em entrar no mercado europeu, afirma a Der Spiegel sem citar fontes.

A fábrica da Seat em Martorell seria utilizada então para a produção de outras marcas da Volkswagen, acrescenta a revista.

UOL Cursos Online

Todos os cursos