Americanos continuam viajando, apesar do petróleo caro

WASHINGTON, 23 ago (AFP) - Os americanos viajarão mais durante o fim de semana prolongado do Labor Day (de 3 a 5 de setembro) em comparação com o mesmo período do ano passado, apesar do alto preço do petróleo, segundo projeções da Associação de Automóveis AAA.

A "AAA estima que 34,5 milhões de americanos se deslocarão em um raio de pelo menos 50 milhas (cerca de 80 km) no entorno de suas residências no fim de semana do Labor Day, 0,9% mais que os 34,2 milhões que viajaram no ano passado" na mesma época, destacou a AAA em um comunicado publicado nesta terça-feira.

"Tivemos preços recorde de combustível durante o começo antecipado da época dos furacões, os atentados de Londres e a contínua fragilidade do dólar, no entanto os americanos continuarão viajando", comentou Robert Darbelnet, presidente da AAA.

O aumento sutil (0,9%) dos deslocamentos no Labor Day, o mais fraco desde maio de 2003, se explica sobretudo pelo preço recorde do combustível, que aumentou 73 centavos por galão em um ano.

UOL Cursos Online

Todos os cursos