General Motors define preço do Chevrolet Volt em US$ 41 mil

Da Redação

A General Motors definiu, nessa terça-feira (27), o preço do Chevrolet Volt, veículo que pode ter seu motor elétrico recarregado em uma tomada caseira. O carro (que a GM trata como elétrico, já que é este o motor que move as rodas, enquanto o propulsor a combustão apenas gera mais energia elétrica) deve chegar ao mercado norte-americano entre outubro e novembro de 2010 custando US$ 41 mil (o equivalente a R$ 72 mil), incluindo o valor de entrega. As informações são do boletim Automotive News.

OS RIVAIS

  • Divulgação

    O elétrico Nissan Leaf (acima) e o híbrido Toyota Prius, de origem japonesa, são os grandes rivais do Chevrolet Volt.

    Enquanto o Prius é o mais bem-sucedido projeto de carro com propulsão alternativa em todo o mundo e tem o preço mais baixo dos três (cerca de US$ 22 mil), o Leaf ainda vai começar sua carreira e tem no preço a principal barreira: custa US$ 32 mil sem incentivo, podendo chegar a US$ 25.280 com bônus do governo.

    É o mesmo problema do Volt, que será o mais caro dos três. Há ainda o fato do modelo ter sido anunciado diversas vezes (é "arroz de festa", estando presente a todos os principais salões mundiais desde 2007), e ter gerado uma versão para a Europa (o Opel Ampera), sem nunca chegar às ruas definitivamente.

  • Divulgação

O preço do Volt é superior ao do Nissan Leaf, carro elétrico que a montadora japonesa pretende lançar em dezembro por cerca de US$ 32.780 (R$ 57.692 mil). Os compradores de ambos os carros ganharão um crédito do governo norte-americano no valor de US$ 7.500 (R$ 13.200), a ser usado no pagamento de impostos.

A autonomia das baterias elétricas do Volt é de cerca de 64 km (40 milhas), segundo a GM. Após essa distância, o carro passa a ser impulsionado por um motor a combustão tradicional. O concorrente Leaf, por sua vez, utiliza apenas a energia elétrica como combustível e, segundo estimativas, pode andar 160 km até precisar ser recarregado.

O Volt contará com um motor elétrico de 150 cv. No caso das baterias estarem descarregadas, um propulsor a gasolina de 1.4 litros e 72 cv de potência se encarrega de mover o veículo. A GM também oferecerá uma garantia de oito anos ou 160 mil km para as baterias de íon de lítio do modelo.

O Volt não é o primeiro carro da GM a ser movido a energia elétrica. Nos anos 1990, a empresa lançou o EV1, veículo que foi retirado das ruas pela GM em 2002, alegando que não seria possível produzir o carro em escala suficiente para ele ser rentável.

Apesar do fracasso, os executivos da empresa acreditam que o EV1 mostrou que os clientes dos carros elétricos não querem ficar na dependência da duração da carga das baterias para definirem seus trajetos. “Queremos mostrar que o Volt é ‘mais carro do que elétrico’. Os clientes estão procurando por um carro de verdade, que atenda às suas necessidades de transporte sem deixá-los ansiosos”, afirmou Joel Ewanick, Chefe de Marketing da GM.

“Com o Volt, os clientes podem atravessar o país sem precisar de uma tomada, característica que o concorrente não oferece”, completou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos