Motos

Ícone dos 1980, Honda CB 400 é reimaginada por designer mineiro

Da Infomoto, em São Paulo (SP)

25/03/2017 08h00

Naked renasce como café racer futurista; confira

Quando se mudou de Uberaba para Belo Horizonte (MG), João Paulo Moreira tinha 12 anos e não cansava de admirar a Honda CB 400 de seu pai. Anos depois, o pai se aposentou e deixou a "CBzona" de presente para Moreira.

Com o bem conservado modelo 1983, o motociclista mineiro margeia a Lagoa da Pampulha para chegar às aulas do curso de design na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Com mais de 30 anos, a CBzona ainda cumpre sua função: é uma naked fácil de pilotar e confortável para a cidade e também ao viajar.

Com seu motor de dois cilindros, a primeira moto grande produzida no Brasil se tornou uma divisora de águas. Em 1994, foi substituída por modelos mais modernos e deixou um vazio no imaginário dos motociclistas brasileiros: desde então não houve uma moto 400 cc como a CBzona.

Como seria a CBzona 2017

Com esta "lacuna entre as motos de 250, 300 e as de 500 cc", como o próprio Moreira afirma, surgiu a ideia de elaborar um projeto de redesenho da CB 400 para os dias atuais.

"Estudei o mercado e peguei o exemplo de outros casos de redesign de sucesso, como o Fiat 500 e o Mini Cooper", explica. Para trazer a naked de volta às ruas, o Moreira uniu o moderno ao vintage e imaginou uma motor estilo cafe racer futurista, com semiguidões e capa sobre o banco da garupa.

A moto de média capacidade cúbica manteve o bicilíndrico de 400 cc e alguns elementos característicos da antiga CB, como a proporção entre o tanque a rabeta.

Apesar do foco na história, novas ideias se destacam na CB 400 2017. O painel digital sincroniza smartphone e um aplicativo ajudaria a monitorar o funcionamento da moto. O acesso ao bocal do tanque e até mesmo a partida seriam feitos por leitor biométrico.

No lugar dos espelhos retrovisores, duas câmeras de 200° projetam a imagem na viseira do motociclista. A capa sobre o banco pode ser retirada para levar garupa.

Apesar de ser apenas um projeto, esse ícone redesenhado certamente faria sucesso. E, cá entre nós, está bem mais estilosa do que a comportada CB 400 original.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo