Motos

Rivais, Honda e Yamaha se unem para fazer motos elétricas no Japão

KAZUHIRO NOGI/AFP
Shinji Aoyama (à esq.), da Honda, cumprimenta Katsuaki Watanabe, da Yamaha Imagem: KAZUHIRO NOGI/AFP

Da Infomoto, em São Paulo (SP)

07/10/2016 16h26

Rivais supremas no segmento de motos, as gigantes Honda e Yamaha anunciaram aliança de negócios para desenvolver e fabricar scooters de 50 cc e modelos elétricos, no Japão.

De acordo com o comunicado oficial sobre a aliança, assinada na última quarta-feira (5), o aumento da demanda por bicicletas assistidas (com motores elétricos) e mini-veículos fez o mercado da Classe 1 de scooters encolher nos últimos anos.

Além disso, as duas empresas apontam enormes desafios do setor de duas rodas para atender às novas normas de emissão e de segurança como fatores que motivaram a colaboração.

É algo semelhante ao que ocorreu com Ford e Volkswagen no Brasil nos 90, com modelos como Apollo e Verona, dentro da iniciativa da Autolatina. 

Como bombar elétricas

Foram definidos três pontos para a aliança entre as empresas. Até 2018, a Honda produzirá e fornecerá scooters de 50 cc, baseados em dois modelos vendidos no mercado japonês, para que a Yamaha venda com a sua a marca.

Na segunda parte da colaboração, uma nova geração de scooters utilitários de 50 cc será desenvolvida conjuntamente. Por fim, haverá investimento na popularização de scooters elétricos de até 0,60 kW de potência.

"Essa parceria irá unir esforços para revitalizar o mercado de motos no Japão e estabelecer um ambiente de negócios favorável para que as motos elétricas se popularizem o quanto antes", declarou Shinji Aoyama, diretor executivo de operações da Honda.

"Queremos moldar o futuro da cultura da motocicleta no em nosso país", complementou Katsuaki Watanabe, diretor executivo da Yamaha.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Motos

Topo