Carros

Nova CB 500F tem status (e preço) de moto maior; saiba como anda

Arthur Caldeira

Da Infomoto

29/07/2016 13h31

Nascida há três anos como uma motocicleta racional e multiplataforma -- quadro e motor são compartilhados com CBR 500R e CB 500X -- a Honda CB 500F pretendia ser a porta de entrada para as motos maiores da marca, oferecendo uma pilotagem acessível.

A família foi reformulada para a linha 2016. No caso do modelo naked, foram efetuados ajuste na suspensão dianteira, manetes, sistema de iluminação (agora com LEDs) e, o principal, visual novo que lhe conferiu status de moto maior.

O problema é o valor exagerado cobrado pelas novidades: R$ 28.000 já com freios ABS (antitravamento), 13% a mais do que os R$ 24.625 de sua antecessora.

Mudanças em detalhes

No quesito aparência a CB 500F evoluiu sensivelmente. Farol e lanterna em LED, além da iluminação mais eficiente, deram aspecto sofisticado. O tanque, agora com capacidade para 16,7 litros (um litro a mais), as novas aletas, a rabeta facetada e a encorpada ponteira de escapamento também contribuem para a sensação de que o modelo ficou maior.

Ao longo de uma viagem de mais de 300 quilômetros, vários outros motociclistas puxaram conversa para elogiar o visual a moto. Quase todos afirmaram que o novo desenho despertava a vontade de comprá-la. A empolgação acabava quando descobriam o preço...

Ciclística foi aprimorada. O garfo telescópico dianteiro, retrabalhado internamente, agora oferece ajuste na pré-carga da mola, embora com uso de ferramentas. Também há opção de regulagem do monoamortecedor traseiro.

Em estrada sinuosa, o amortecimento dianteiro mostrou funcionamento mais suave, mas a balança traseira ainda é macia demais para uma pilotagem esportiva.

Outra novidade é que o piloto pode mudar a altura do manete de freio. Mas é só: o conjunto segue formado por disco de 320 mm (pinça Nissin de dois pistões) na dianteira, e disco de 240 mm com pinça simples na traseira. Frenagens são eficientes, todavia, exigindo atuação do ABS somente em situações de acionamento muito brusco.

FICHA TÉCNICA - Honda CB 500F 2016
+Preço: R$ 28.000
+Motor: bicilíndrico; 471 cm³; DOHC; quatro tempos; refrigeração a líquido; injeção eletrônica
+Potência: 50,4 cv (a 8.500) 
+Torque: 4,55 kgfm (a 7.000 rpm)
+Câmbio: seis marchas
+Dimensões: 2,08 m (c) x 79 cm (l) x 1,06 m (a)
+Peso: 178 kg (a seco)
+Tanque de combustível: 16,7 litros

Motor é velho conhecido

Algo que não mudou na CB 500F 2016 foi o uso do bicilíndrico de 471 cc, que entrega 50,4 cv de potência (a 8.500 rpm) e 4,55 kgfm de torque (a 7.000 giros). A força é entregue de forma linear, sem assustar motociclistas entrantes ou decepcionar aqueles mais experientes.

Há bom torque em diversas faixas de giro e o câmbio recebeu pequenas mudanças para proporcionar engates suavizados. O ronco do novo escapamento, embora seja tímido, está mais empolgante que no modelo anterior.

Mesmo sem mudanças mecânicas, o consumo médio segue excelente para uma motocicleta de porte médio: 26,6 km/litro no teste de Infomoto, o que significa autonomia capaz de alcançar 400 quilômetros.

Etiqueta, um entrave

Sim, a Honda conseguiu remodelar a CB 500F refinando suas características sem deixar de lado a proposta de oferecer uma moto dócil e econômica. Entretanto, sua racionalidade esbarra no preço: com os R$ 28.000 cobrados por ela é possível levar uma Yamaha MT-07 2015, concorrente de 700 cc que tem 74,8 cv e 6,9 kgfm.

Portanto, a Honda colocou sua naked de 500 cc para competir, em custo, com rivais de especificação superior. Resta saber se a força da marca será suficiente para garantir que o modelo vai continuar sendo a referência do segmento. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo