Carros

Honda Biz 110i, R$ 7.090, enfim aposenta carburador; leia avaliação

Aldo Tizzani

Da Infomoto

24/03/2016 18h05

Uma opção para quem quer agilidade, economia e, enfim, um pouquinho de conforto e tecnologia. A Honda atualizou o modelo de entrada da família, a Biz, e enfim trocou o carburador por um motor de 110 cc com injeção eletrônica.

Rebatizada de Biz 110i, a pequena CUB ganhou também novo painel de instrumentos e porta-objetos mais amplo sob o assento. O preço sugerido é de R$ 7.090 e há duas opções de cores: preta ou vermelha.

Seguindo receita semelhante à da Super CUB do final dos anos 50, a Biz vende bem: só no ano passado foram emplacadas mais de 184 mil unidades. É uma boa pedida para quem quer uma moto fácil de pilotar (e manobrar) no dia dia e com baixo custo de manutenção.

Mario Villaescusa/Infomoto
Apesar da mecânica simples, Biz é esperta e ágil para andar em meio ao trânsito pesado Imagem: Mario Villaescusa/Infomoto

Desempenho

Equipada com o mesmo propulsor monocilíndrico -- comando simples no cabeçote, quatro tempos, arrefecimento a ar e a inédita injeção eletrônica -- da Pop 110i, a nova Biz está mais potente e é capaz de entregar mais torque em rotações baixas. São 8,3 cv (a 7.250 rpm) e 0,89 kgfm (a 5.500 giros). 

Consumo moderado continua a ser ponto forte: a pequenina é capaz de fazer mais de 40 km/l em perímetro urbano, o que confere autonomia próxima aos 200 quilômetros. Entretanto, só pode ser abastecida com gasolina.

O câmbio rotativo de quatro marchas e embreagem centrífuga automática, que dispensa o manete, surpreende pela precisão e comodidade.

Com tais atributos, a Biz consegue largar à frente dos carros nos semáforos sem problemas. Ligeira e esguia, também enfrenta o tráfego pesado com desenvoltura a velocidade média de 40 km/h.

FICHA TÉCNICA - Honda Biz 110i
+Preço: R$ 7.090
+Motor: 109,1 cm³; OHC; monocilíndrico; arrefecido a ar
+Potência: 8,3 cv (a 7.250 rpm)
+Torque: 0,89 kgfm (a 5.500 rpm)
+Câmbio: rotativo de quatro marchas
+Dimensões: 1,89 m (c) x 73 cm (l) x 1,09 m (a)
+Peso: 99 kg (a seco)
+Tanque de combustível: 5,1 litros
 

Ciclística e conforto

A ciclística da Biz 2016 segue receita clássica: garfo telescópico com curso de 100 mm na dianteira e duplo amortecedor traseiro com 86 mm de curso. É um conjunto simples demais para absorver os impactos de nossas ruas mal acabadas, mas que acaba ganhando reforço do banco largo e com espuma de boa densidade.

Já os freios usam o velho tambor nas duas rodas. O conjunto até dá conta do recado, mas peca por não oferecer frenagem a disco pelo menos na dianteira, o que aumentaria a eficácia em situações emergenciais.

Porta-objetos sob o assento agora transporta até 10 litros, o suficiente para guardar um capacete fechado. Coloque-o de cabeça para baixo, com a viseira voltada para a parte de trás da moto, e haverá espaço extra para acomodar, por exemplo, carteira, celular ou até um par de óculos.

Painel de instrumentos ganhou hodômetro e marcador de combustível.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo