Carros

Suzuki GSX 1250 FA, R$ 39.900, custa quase metade do valor das rivais

Roberto Brandão Filho

Da Infomoto

Mesmo em tempos de motocicletas cada vez mais carregadas de recursos tecnológicos, uma receita simples ainda pode ser um bom caminho. Este é o caso da Suzuki GSX 1250 FA, versão carenada da Bandit 1250 S, que está no Brasil desde meados deste ano. A letra "F" significa fully faired (totalmente carenada) e o "A" foi inserido para ratificar a presença do sistema de freios ABS de fábrica. Além disso, outros itens como cavalete central, painel de instrumentos, suspensão dianteira e escapamento a diferenciam da naked.

CONHEÇA AS RIVAIS

  • Infomoto

    Kawasaki Concours 14 oferece 155 cv e 14,1 kgfm de torque, custando R$ 71.910

  • Honda VFR 1200F oferece 172 cv de potência e 13,2 kgfm de torque: custa R$ 67.500

Fora o equipamento que não permite que as rodas travem, o principal atrativo dessa sport-touring é seu preço: R$ 39.900. Mas não deixe o valor e o desenho conservador te enganarem: a GSX 1250 FA faz jus tanto a seu lado esportivo quanto ao de passeio. Para atingir esse meio-termo, a montadora optou por um clássico chassi tubular em aço, com guidão mais alto e pedaleiras que permitem boa movimentação do corpo. O assento em dois níveis conta com espuma larga e macia, além de um pequeno apoio para a lombar, dando conforto. Há também possibilidade de ajuste da altura do banco em até 2 cm.

A carenagem integral e o para-brisa também ajudam a tornar a vida do piloto sobre a moto mais fácil em trajetos longos, mas os mais altos ainda recebem um pouco de vento na cara, pois a "bolha" dianteira é um tanto baixa; nesse caso, a fabricante oferece para-brisa maior (como opcional).

O novo painel de instrumentos conta com tacômetro analógico e velocímetro digital -- com informações adicionais, como temperatura do motor, hodômetro, medidor de combustível e relógio, mostradas em uma tela de LCD. Dentro do conta-giros há um indicador de marchas.

TORQUE É BOM; CONSUMO, NÃO
Seu motor de quatro cilindros em linha e 1.255 cm³ é capaz de levá-la a mais de 200 km/h com facilidade. Entretanto, sua vantagem está mesmo no trabalho em regimes médios e baixos -- torque de 11,01 kgfm, alcançado logo a 3.800 giros --, o que economiza trocas de marcha na cidade e na estrada. Para ultrapassagens em rodovias, poucas vezes foi necessário apelar para redução (o que é bom, porque a 1250 FA tem como ponto fraco justamente a caixa de câmbio, cujos engates são duros e barulhentos).

A GSX 1250 FA libera toda sua força nas primeiras aceleradas de maneira tão silenciosa e suave, que o piloto tem que ficar de olho para não abusar da velocidade. A potência de "apenas" 98 cv, a 7.500 rpm, não chega a impressionar: outras motocicletas do segmento, como a Kawasaki Concours 14, passam dos 150 cv. Por outro lado, a GSX é mais magra (257 kg), o que a torna um modelo fácil de se pilotar, mesmo sem controle de tração. Muito disso se deve às boas respostas do acelerador.

ESTABILIDADE

  • GSX 1250 FA tem boas respostas de suspensões e freios, além de contorno suave nas curvas

Simples, o conjunto de suspensão oferece boa estabilidade e copia fielmente as imperfeições do solo, mesmo com duas pessoas a bordo. Para dar estabilidade durante às frenagens, a Suzuki a equipou com discos duplo na dianteira e simples na traseira. O sistema seria ainda melhor se o ABS fosse mais suave, mas nenhum condutor vai reclamar de sua resposta agressiva em um momento de emergência.

Bem balanceada, a GSX requer esforço mínimo tanto nas entradas quanto nas saídas de curva. Contudo, o manete da embreagem, também ajustável, é um pouco duro e pode ser cansativo quando utilizado por muito tempo. Outro ponto negativo é o consumo de gasolina: durante teste em trechos urbanos e de rodovia, a média da moto ficou em 15,4 km/l. Isso significa que o tanque, de 19 litros, dá uma autonomia média de 290 km.


SUZUKI GSX 1250 FA
+ Motor: DOHC, quatro cilindros em linha, 16V, 1.255 cm³, refrigeração líquida
+ Potência: 98 cv a 7.500 rpm
+ Torque: 11,01 kgfm a 3.700 rpm
+ Câmbio: seis marchas
+ Alimentação: injeção eletrônica
+ Dimensões: 2.130 mm x 790 mm x 1.245 mm
+ Peso: 257 kg (a seco)
+ Tanque: 19 litros
+ Preço sugerido: R$ 39.900
 
CONCLUSÃO
Em suma, a GSX 1250 FA não é a mais bonita, tecnológica ou rápida de sua categoria, mas, por seu valor, não há nenhum outro modelo que se equipare a ela. É uma moto "redonda", gostosa de pilotar, confortável e condizente com o preço.
 
No mercado brasileiro, suas concorrentes diretas -- Kawasaki Concours 14 (R$ 71.910) e Honda VFR 1200F (R$ 67.583) -- são bem mais caras, mas oferecem mais tecnologia. Ou seja, a moto da Suzuki é a escolha racional e boa para o bolso.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo