Carros

Triumph Daytona 675 é lançada em Milão e virá ao Brasil em 2013

Carlos Bazela/Infomoto
A superesportiva Daytona 675, estrela da Triumph, já teve sua chegada ao Brasil confirmada Imagem: Carlos Bazela/Infomoto

Carlos Bazela

Da Infomoto, em Milão (Itália), especial para o UOL

13/11/2012 20h16

A grande novidade da Triumph na 70ª edição do Salão de Milão (EICMA 2012) foi a nova versão da superesportiva Daytona 675, modelo que já teve sua chegada ao Brasil confirmada para o próximo ano pela subsidiária brasileira da Triumph. Totalmente renovada, a moto recebeu um novo propulsor tricilíndrico de 675 cc, capaz de gerar 128 cv a 12.500 rpm, 3 cv a mais que a versão anterior. 

No design, a característica mais marcante fica por conta do escape, que deixa sua posição abaixo do assento para ganhar uma pequena ponteira no lado direito, que centraliza melhor a massa da moto. O conjunto óptico foi renovado e a Daytona 675 ganhou nova carenagem, com vincos mais acentuados.

“Ela foi desenvolvida com paixão e a ambição de ser a melhor do segmento”, comenta o diretor global de vendas e marketing da marca, Paul Stroud. Segmento este que é formado, em sua grande maioria, por modelos japoneses, como a Kawasaki ZX-6R, a Honda CBR 600 RR e a Yamaha YZF -- R6.

A Daytona 675 2013 também teve sua versão “R” renovada e, como acontecia antes, continua focada em desempenho. A opção mais apimentada da superesportiva inglesa conta com suspensões Öhlins totalmente ajustáveis, freios Brembo, sistema de troca rápida de marchas (quickshifter) e partes em fibra de carbono, como o para-lama dianteiro e as alças de apoio da garupa. Os modelos standard e “R” da Daytona também contam com freios ABS.

DIVIDINDO ATENÇÕES
Além da nova Daytona, a versão renovada da naked Street Triple aparece pela primeira vez ao público italiano nas versões standard e “R”, após fazer sua estreia no mês passado, em Colônia, na Alemanha. Também com motor de média cilindrada, a moto estreou o conceito de escape centralizado que foi incorporado à Daytona e também já teve sua chegada ao Brasil confirmada pela marca para o ano que vem.

Já entre as motos que não vem ao Brasil -- ou, pelo menos, ainda não foram confirmadas -- chama a atenção a Cafe Racer Thruxton 900. Equipada com motor de dois cilindros paralelos de 865 cm³, capaz de gerar 69 cv a 7.400 rpm, a moto tem como principal característica o estiloso visual dos modelos que corriam pelas ruas de Londres e dos EUA entre os anos 1950 e 1960.

Viagem a convite do Instituto Italiano para Comércio Exterior (ICE)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo