Carros

BMW F 800 GS ganha equipamentos para continuar sendo objeto de desejo

Divulgação
Nova BMW F 800 GS manteve a fama de ícone do off-road e ainda ganhou novos recursos Imagem: Divulgação

Carlos Bazela

Da Infomoto

11/07/2012 18h34

O senso comum diz para não se mexer no que está perfeito. Não para a BMW. E a marca ainda provou que essa premissa não passa de um tabu. Nesta semana a fabricante apresentou a evolução de dois dos seus modelos mais aclamados: a F 650 GS -- agora mais próxima de sua irmã maior, passando a se chamar F 700 GS -- e a F 800 GS. Ambas ganharam melhorias no visual e eletrônica embarcada para melhorar a ciclística tanto no asfalto, como fora dele.

Esteticamente pouca coisa mudou -- a F 800 GS segue fiel ao design que a transformou em ícone off-road. No entanto, a carenagem lateral ganhou aletas menores, posicionadas mais abaixo e com ângulos mais incisivos. Já as entradas de ar frontais subiram alguns centímetros e agora estão a uma distância menor do parabrisa. As aletas que protegem o radiador também estão diferentes e perderam o visual quadrado para adotar vincos triangulares que deixaram a moto mais agressiva. Os grafismos também foram deslocados para essa área e estão maiores (agora eles não precisam mais ficar espremidos abaixo da linha do parabrisa).

O “bico” e a rabeta receberam alterações sutis. Enquanto o primeiro teve a “capa protetora” em preto fosco que ficava apenas na ponta estendida até o parabrisa, a segunda traz apenas os piscas traseiros menores e com lentes brancas como diferencial. A BMW também investiu em novas cores. A F 800 GS estará disponível a partir de agora em azul, branco e em uma mescla de preto com cobre.

MAIS TECNOLOGIA
A nova F 800 GS conserva o mesmo motor de sua versão anterior, um bicilíndrico paralelo de 798 cm³ com refrigeração líquida, capaz de gerar 85 cv a 7.500 rpm e 8,4 kgfm de torque a 5.750 rpm. Porém, a trail agora também conta com outros benefícios eletrônicos, como o Controle Automático de Estabilidade (ASC) e o Ajuste Eletrônico da Suspensão (ESA), opcionais que complementam os freios ABS, oferecidos como equipamento de série.

O sistema ESA permite o ajuste da pré-carga na mola da suspensão traseira apenas com o apertar de um botão. Ao todo, são três opções de posição: “Comfort”, “Normal” e “Sport”, cada uma correspondente ao estilo de pilotagem que o piloto irá preferir em um determinado caminho. A BMW Motorrad não mencionou nenhuma alteração no curso, então tudo leva a crer que a F 800 GS conserva os mesmos 215 mm na suspensão traseira e 230 mm na dianteira, que também permanece invertida (upside-down). A marca também disponibiliza  um kit de suspensão mais curto e um assento mais baixo como opcionais.

Já o Controle Automático de Estabilidade nada mais é do que o controle de tração. O conjunto regula eletronicamente o torque gerado pela roda traseira para impedir derrapagens e perdas de tração, que podem ser especialmente desagradáveis em terrenos com pouca aderência, nos quais a F 800 GS é especialista. Com os novos equipamentos, a moto engordou um pouco e subiu de 207 kg para 214 kg.

IRMÃ MENOR
As mudanças radicais mesmo ficaram para a F 700 GS, modelo que chegou a ser vendido no Brasil em sua versão anterior até 2010. As diferenças, aliás, começam já na sua nomenclatura, que assume o motor de 798 cm³ -- o mesmo da F 800 GS, mas amansado -- e deixa a tímida alcunha de F 650 GS para trás.

Além do nome, a motocicleta passa a contar com todas as inovações eletrônicas da sua irmã maior com a adição dos freios com disco duplo na roda dianteira e ABS de série, que não estavam disponíveis em suas versões anteriores. As medidas, no entando, permanecem as mesmas e os discos mantém o diâmetro de 300 mm na roda dianteira e 265 mm, na traseira -- o mesmo conjunto que equipa a F 800 GS.

POR AQUI
Assim como acontece com os modelos G 650 GS, G 650 GS Sertão e F 800 R, a F 800 GS é montada por meio do processo CKD dentro da fábrica da Dafra, em Manaus (AM). Desta forma, pode-se afirmar que é apenas uma questão de tempo até o modelo atualizado chegar ao mercado nacional. Os preços variam entre R$ 42.900 e R$ 43.900.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo