Carros

Bimota DB9 Brivido, alternativa à Ducati, chega ao Brasil ainda este ano

Divulgação
Recém lançada, streetfighter italiana tem motor de 162 cv e pode estar no Brasil ainda em 2012 Imagem: Divulgação

Carlos Bazela

Da Infomoto

29/03/2012 14h04

Raros e com design exótico, os modelos da Bimota são uma alternativa para quem acha uma Ducati muito "comum" para ter na garagem. Longe da mais popular feira do setor por dois anos, a marca italiana retornou ao Salão de Milão em 2011 em grande estilo. Além dos modelos de linha e de competição, a Bimota trouxe duas novidades com foco no motociclismo urbano: a DB10 B.motard e a naked DB9 Brivido.

Derivada da superesportiva DB8, a Brivido -- cujo nome significa "emoção" em italiano -- conserva algumas das suas características visuais como os faróis duplos colocados em coluna, que também são comuns aos outros modelos da marca. Na parte de trás, a DB9 inova ao posicionar o suporte da placa e os piscas próximos à roda ao invés de prolongar a rabeta, desenho que também foi adotado pela Ducati Diavel.

Nas laterais, a carenagem integral que equipa as versões Biposto e SP da DB8 deu lugar a uma peça menor que funciona como proteção lateral para o radiador e também incorpora os piscas dianteiros, mas deixa a maior parte do motor descoberto. Mesmo sem a proteção total, as linhas angulosas no conjunto que emoldura os faróis e se estende para os lados da moto criam um visual forte e agressivo.

MOTOR ENDIABRADO
Não é apenas o detalhe da placa que a Brivido herdou da Diavel. O propulsor com dois cilindros em L de 1198 cm³ com o famoso comando desmodrômico também foi incorporado à DB9. Embora a fábrica de Rimini divulgue o novo modelo como uma naked de uso urbano, os 162 cv gerados pelo motor a 9500 rpm com torque máximo de 13 kgfm a 8000 rpm não decepcionam aos mais ávidos por velocidade.

Assim, para segurar a arisca naked italiana, a Bimota optou por equipar a Brivido com freios Brembo, sendo a roda dianteira com discos duplos de 320 mm de diâmetro mordidos por pinças radiais de quatro pistões. Já a roda traseira conta com um disco único de 220 mm de diâmetro com pinça de pistão duplo.

Montada em um chassi de aço com placas de alumínio, a DB9 se despiu, mas não emagreceu, conservando os mesmos 177 kg da DB8 Biposto. O tanque de 18 litros também não foi alterado. Entretanto, o guidão mais alto oferece uma posição de pilotagem mais confortável. Detalhe que vai de encontro com a proposta urbana da Brivido, ainda que a potência do motor assuste em comparação com outras nakeds semelhantes, como nossa CB 1000R (144 cv) ou mesmo a Ducati Streetfighter (155 cv).

Já o conjunto de suspensão segue os mesmos padrões das motos esportivas de alto desempenho. A roda dianteira conta com garfo telescópico invertido upside-down e a traseira com balança monoamortecida. Ambas com ajuste na pré-carga da mola. 

NO BRASIL AINDA ESSE ANO
Embora as vendas da Brivido estejam previstas para iniciar no verão europeu, os motociclistas brasileiros já podem começar a sonhar com ela. Segundo Carlos Ludman, da Perfect Motors, representante da Bimota no Brasil, a DB9 pode aportar por aqui até o final de 2012. "Temos sim o plano de trazer a DB9 para o Brasil ainda esse ano. Acredito que no segundo semestre já teremos as primeiras unidades", afirma Ludman.

Por enquanto, ainda não há definição do preço para o mercado nacional.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo