Carros

BMW se aventura no mundo dos scooters

Divulgação
Scooters BMW C 600 Sport e BMW C 650 GT deverão chegar ao Brasil já no ano que vem Imagem: Divulgação

Da Infomoto

03/12/2011 08h00

Não há mais limites para o trânsito. Seja em Milão, na Itália, ou em São Paulo, todo trabalhador que possui uma rotina em uma grande cidade sofre com o emaranhado de carros que ocupam os caminhos. Foi com o objetivo de oferecer mobilidade urbana que o grupo BMW desenvolveu dois scooters para formar sua nova família: a C Series.

Estreando no segmento de scooter, a BMW Motorrad garante que o C 600 Sport e o C 650 GT serão excelentes alternativas para driblar com estilo o problema da mobilidade dos grandes centros. Seguindo uma tendência mundial, a marca bávara apresenta dois scooters focados no conforto, mas que farão de tudo para que a sensação de pilotagem seja semelhante à de uma motocicleta.

Para tanto, os dois modelos de scooters se diferenciam pela sua proposta. Ambos oferecerão praticidade e dinamismo para o dia a dia, mas, enquanto o 600 Sport garante uma tocada mais esportiva e urbana, o 650 GT privilegiará o conforto e as viagens de final de semana.
 

MESMO MOTOR
As diferenças entre as duas versões ficarão, em sua maioria, no quesito ergonomia, já que o mesmo propulsor equipará as duas versões. O motor de 647 cm³ e dois cilindros em linha é capaz de produzir 60 cavalos de potência a 7.500 rpm e gerar um torque máximo de 6,73 kgfm a 6.000 rpm. Esse desempenho deve satisfazer as necessidades dos interessados nestes scooters, afinal, os números impressionam para um veículo do segmento.

Para transferir essa potência à roda traseira, a BMW optou pelo famoso câmbio CVT (Continuously Variable Transmission, transmissão continuamente variável). Nenhuma surpresa, já que essa transmissão equipa todos os scooters hoje vendidos no Brasil -- a diferença é o Integra, da Honda, que utiliza um motor de dois cilindros, mas escolheu a tecnologia de dupla embreagem (DCT) para equipar seu Maxi Sccoter, mas que ainda não chegou ao país.

Pensando em atender às futuras regras de emissão de poluentes (Euro 4), a nova família de scooter da BMW também tem, além da injeção eletrônica de combustível, um catalisador e um sensor de oxigênio que já a coloca dentro do ambientalmente correto.
 

O C 650 GT EM MOVIMENTO

CICLÍSTICA
Para envolver o propulsor bicilíndrico, a BMW escolheu um quadro tubular em aço em ambos os modelos. As soluções permanecem simples no conjunto de suspensões: na dianteira garfo invertido com 115 mm de curso e na traseira monobraço também com 115 mm de curso, porém com um amortecedor posicionado lateralmente.

Quando o assunto passa a ser os freios e, consequentemente a segurança, destaque para a BMW. A fabricante colocou a disposição do piloto dois discos de 270 mm na dianteira e um simples da mesma medida na traseira, tudo com a assistência do sistema anti-travamento (ABS) de série nas duas rodas de 15 polegadas.

DIFERENÇAS
Para resumir, a diferença entre o C 600 Sport e o C 650 GT é a posição de pilotagem. No Sport o piloto fica em posição de ataque, ou seja, o assento e o guidão foram projetados para uma tocada mais urbana e agressiva. Já no C 650 GT o piloto (e garupa) ficam mais relaxados, com um assento mais confortável e encosto ajustável.

A versão GT ainda oferece um guidão mais alto, um parabrisa maior com regulagem eletrônica e outra posição de encaixe das pernas da garupa, privilegiando as viagens com sua namorada.

Os dois veículos apresentarão ao mercado o conceito FlexCase, que nada mais é do que um espaço sob o banco para guardar capacetes e quinquilharias. Entretanto este sistema só funciona com a moto parada, já que a bolsa interferirá na roda traseira. O espaço da versão GT é maior que a Sport, que já comporta dois capacetes.

Por fim, o painel de instrumentos tem uma generosa tela de LCD com computador de bordo, aliada a um velocímetro analógico. A versão Sport será vendida nas cores azul, prata e preto, e a GT poderá ser encontrada nos tons preto, bronze e vermelho. Os dois novos scooters começarão a ser produzidos somente em 2012 e seus preços ainda não foram definidos. (por André Jordão)

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo