Carros

Kasinski investe em fábrica e novos modelos para crescer

Doni Castilho/Infomoto
A esportiva Comet GT 650R é uma das atrações do estande da Kasinski no Salão Duas Rodas Imagem: Doni Castilho/Infomoto

Da Infomoto

05/10/2011 19h47

Adquirida pela CR Zongshen há dois anos, a Kasinski comemora o bom resultado dos últimos anos e apresenta novos modelos e investimentos para continuar crescendo no mercado de duas rodas. Mostrou uma naked de 650cc, uma CUB elétrica e anunciou investimentos na nova fábrica de motocicletas em Manaus, que deverá ficar pronta em 2013, e a Light S.A., empresa de energia elétrica do Estado do Rio de Janeiro, como sócia na planta de veículos elétricos na cidade fluminense de Sapucaia.

O principal lançamento no Salão Duas Rodas, a naked GT 650, chama atenção mais pelo preço do que pelos seus atributos. Cotada a R$ 19.990, a GT 650cc compartilha o mesmo motor Hyosung V2 que a esportiva GT 650R e praticamente a mesma ciclística: "Há alguns componentes de outros fornecedores e muitos fabricados e desenhados pela CR Zongshen", explica Claudio Rosa, presidente da empresa. Uma das novidades em termos de design aparece no farol com formato triangular, semelhante ao utilizado na Comet 150. Já a esportiva GT 650R ganhou carenagens laterais em fibra de carbono e novas cores.

 

Na linha de 150cc, novos modelos, mas que ainda estão longe de chegar ao mercado. Apesar de expostas no estande, a nova Comet 150 e Comet 150 SR só devem entrar em produção no segundo semestre de 2012. Com um design bastante inovador e interessante a pequena naked mostrava quadro em treliça e um farol coberto por uma pequena carenagem. Mas quem atraía mesmo a atenção do público era a "esportivinha" SR de 150cc. Com um conjunto óptico de dois faróis e carenagem integral, a Comet SR tinha rodas de liga, freio a disco na frente e atrás e um desenho moderno. Mas, segundo a assessoria da marca, os dois modelos ainda são protótipos e podem mudar até o lançamento.

 

ELÉTRICOS
Em fase de finalização da planta de veículos elétricos em Sapucaia (RJ), a Kasinski lançou uma versão elétrica da sua CUB Win. O grande destaque fica por conta da maior autonomia em relação a outros modelos elétricos. A Win Elétrika pode rodar entre 80km e 100 km e vai custar R$ 4.990. 

Com inauguração prevista para janeiro de 2012, a fábrica também produzirá os scooters elétricos Prima 500 e Prima 2000, além de uma linha de bicicletas elétricas composta por oito modelos.

FÁBRICA
Instalada provisoriamente em uma unidade fabril com capacidade produtiva de 90 mil motos/ano em Manaus, a Kasinski está construindo um complexo industrial na capital amazonense com capacidade para 180 mil motos/ano em um turno de trabalho, além de abrigar fornecedores e a CRZ componentes. "A CR Zongshen quer transformar o Brasil em plataforma de exportação para outros países da América", afirmou Claudio Rosa. O executivo ainda revelou que até 2020, a Kasinski quer ter 14% de market share no mercado de motos no Brasil. (por Arthur Caldeira)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo