Carros

KTM EXC-F 350 agrada a trilheiros iniciantes e pilotos profissionais

Divulgação
Versão para trilha e enduro da moto campeã de motocross é potente, mas fácil de pilotar Imagem: Divulgação

Da Infomoto

19/05/2011 15h44

Reconhecida mundialmente como fabricante de motos off-road, a KTM lançou agora em maio a linha 2012 de seus modelos destinados ao enduro e também às trilhas. Completamente renovada, a família EXC, nomenclatura dada aos modelos de Enduro, conta com motores de dois a quatro tempos com capacidades que vão de 125 cc a 500 cc, todas repletas de novidades. Os chassis foram redesenhados, os motores ganharam importantes atualizações, assim como suspensões e freios, além de outras melhorias que visam deixá-las ainda mais dispostas a encarar todo tipo de terreno.

PARA TODOS OS GOSTOS

A nova EXC-F 350 é a grande estrela da família Enduro 2012, mas toda a gama foi renovada. A “caçula” é a EXC 125 com motor dois tempos. Ainda na linha EXC, há os modelos de 200, 250 e 300 cc. Já a linha EXC-F (F de four stroke, quatro-tempos) conta com a 250, 450 e 500 cc.

As mudanças no quadro, nas suspensões, nos freios e no desenho da roupagem são comuns a todos os modelos. Além disso, cada motor foi atualizado para melhorar seu desempenho. Na linha quatro tempos, por exemplo, todos os modelos ganharam injeção eletrônica de combustível e os mapas de gerenciamento do motor.

Foram apresentadas também as versões especiais: a edição Six Days, em referência ao Enduro Internacional dos Seis Dias, traz pintura especial e alguns equipamentos ainda mais topo de linha; e a versão PowerParts que seria uma moto pronta para pilotos profissionais. (AC)

O lançamento mundial, realizado na montanhosa cidade de Barga, na região italiana da Toscana, proporcionou a jornalistas de todo o mundo a oportunidade de testar todos os modelos: desde a pequena e leve EXC 125 com motor dois tempos à enorme e potente EXC-F 500 com propulsor quatro tempos. Sede da equipe de enduro da KTM, as difíceis e “pedregosas” trilhas italianas servem ainda como local de teste e desenvolvimento dos modelos da marca austríaca.

Apesar de apresentar sete modelos renovados, todas as atenções estavam voltadas para a inédita EXC-F 350. A KTM apostou na inusitada capacidade cúbica do motor no motocross e traz essa aposta agora para as trilhas e para o enduro. Todas as outras fábricas utilizam propulsores de 250 cc nas categorias de entrada e de 450 cc nos modelos maiores. Já a marca austríaca optou por desenvolver o 350 cc especificamente para disputar a categoria MX1 do Motocross -- para motos dois-tempos de 250 cc ou motos quatro-tempos de até 450 cc. A escolha foi feita para garantir uma entrega amigável de potência e torque sem perder muito em desempenho para as motos maiores.

AMIGÁVEL, MAS 'TORCUDA'
A marca espera repetir o sucesso nos campeonatos de Enduro e também cair no gosto dos trilheiros. “Essa nova 350 é uma moto muito amigável. No off-road pesado, ela beneficia os amadores, já que é fácil de pilotar, tem uma boa entrega de potência e oferece boa tração. Tem torque suficiente para enfrentar uma subida íngreme, mas não exige tanto do piloto e não cansa tanto quanto a 450”, explica Joachin Sauer, gerente de produto da KTM para o novo modelo.

O motor tem a mesma base da moto de motocross, mas recebeu diversas alterações para se adaptar às trilhas. A começar pela cabeça do pistão menor e um cilindro maior. Dessa forma reduziu-se a compressão do motor de 13,5 para 12,3:1 de forma a proporcionar um comportamento mais suave. E aumentou a capacidade cúbica real para 393,4 cm³ (na versão de motocross são 349,7 cm³). O duplo comando das quatro válvulas foi desenvolvido para oferecer mais rendimento em baixas rotações. Em resumo, a moto de motocross precisa de mais rendimento em altos giros, enquanto trilheiros e enduristas necessitam de torque e potência em baixos e médios regimes.

Tudo isso controlado por uma central Keihin com injeção eletrônica que garante tração em diversas situações e um melhor controle do acelerador. Com a 350 EXC-F não precisa substituir giclês do carburador de acordo com a altitude ou temperatura: a eletrônica cuida disso. Outra novidade são os três mapas de gerenciamento do motor que adapta a motocicleta a diversos tipos de situação. O equipamento é de série, porém o seletor no guidão que permite a escolha de dois mapas pelo piloto durante uma trilha é opcional.

Pesando apenas 28,5 kg, o propulsor ainda conta com partida elétrica e a pedal e a refrigeração é líquida.

Comparando com o modelo de 250 cc na mesma trilha, a nova 350 permite uma tocada mais tranquila, ou seja, em giros mais baixos, mas com o mesmo torque. E também não faz feio quando você precisa de potência em altas rotações: segundo a KTM o propulsor oferece mais de 45 cavalos de potência máxima e pode girar até 12.000 rpm. “O suficiente para enfrentar qualquer 450 cc na categoria Enduro 2”, garante Sauer, ex-campeão europeu de enduro.

Outra diferença para a moto de motocross é o câmbio de seis marchas, escalonado para um melhor aproveitamento do desempenho. Encaixes precisos e uma embreagem de acionamento hidráulico bastante macia -- mais até do algumas motos de rua.

PRONTA PARA COMPETIR
Com o slogan “Ready to Race” (pronta para competir) como marca registrada, a KTM não economiza nos equipamentos da nova 350 EXC-F -- e de toda a linha de enduro. O quadro foi redesenhado para oferecer maior rigidez torsional. Construído em aço cromo-molibdênio, enquanto os concorrentes usam alumínio, a fábrica austríaca alega que o aço é mais resistente e por ser de alta qualidade pesa meio quilo a menos que a concorrência.

Para absorver os impactos das trilhas, a 350 EXC-F traz garfo telescópico invertido WP com tubos de 48 mm de diâmetro, na dianteira, com curso de 300 mm. Na traseira, a KTM inovou e apostou em um monoamortecedor WP fixado diretamente na balança, em vez da fixação por links utilizada no motocross. Ambos oferecem regulagem.

“Dessa forma garantimos um amortecimento mais progressivo, reduzimos peso e aumentamos a distância livre do solo. Tudo pensando na proposta de enfrentar as piores trilhas”, explica Sauer.

Os aros são de alumínio da marca Excel com raios cobertos com níquel-zinco e os fixadores dos raios (nipples) em alumínio -- detalhe que, segundo a KTM, reduz em 200 gramas o peso em cada roda. Os pneus são os Metzeler 6 Days Extreme nas medidas 90/90-21, na frente; e 140/80-18, atrás. Completam o conjunto freios a disco Brembo. Os materiais nobres contribuem para o baixo peso da nova 350: apenas 107,5 kg a seco.

Equipada com tanque de 9,5 litros, a KTM EXC-F 350 traz ainda um painel digital simples e protetores de mão em plástico super rígido de série. Lançada agora em maio, a nova moto de enduro -- e toda a linha EXC 2012 -- chega às lojas européias no final deste mês. Ainda não há previsão de preço, nem de data para essa 350 desembarcar no Brasil, mas como a KTM está oficialmente por aqui, espera-se que até o Salão Duas Rodas, em outubro, a EXC-F 350 já esteja disponível. (por Arthur Caldeira, de Barga, Itália)

Viagem a convite da KTM
Infomoto usou equipamentos e botas AXO e capacete LS2

FICHA TÉCNICA: KTM EXC-F 350

Motor:Monocilindro, 393,4 cm³, DOHC, quatro tempos, refrigeração líquida.
Diâmetro e curso:95 x 55,5 mm.
Taxa de compressão:12,3:1.
Potência máxima:Acima dos 45 cv.
Torque máximo:Não divulgado.
Câmbio:Seis marchas com transmissão final por corrente.
Alimentação:Injeção eletrônica de combustível.
Suspensão:Dianteira por garfo telescópico invertido WP com tubos de 48 mm de diâmetro e 300 mm de curso; traseira por Balança traseira em alumínio com monoamortecedor WP com 335 mm de curso.
Freios:Dianteiro a disco de 260 mm de diâmetro e pinça de dois pistões Brembo; traseiro a disco simples com 220 mm de diâmetro e pinça de pistão simples Brembo.
Pneus:Metzeler Enduro 6 Days Extreme 90/90-21 (dianteiro) e 140/80-21 (traseiro).
Dimensões:1.482 mm (entre-eixos) e 970 mm (altura do assento ao solo).
Tanque:9,5 litros.
Peso:107,5 kg a seco.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo