Carros

Nova KTM 990 SM T ABS garante diversão com segurança

Divulgação
Equipada com motor V2 de 116 cv, supermoto austríaca agora tem freios ABS de última geração Imagem: Divulgação

Da Infomoto

03/02/2011 17h05

A missão da KTM, marca austríaca de motocicletas, é transferir seu know-how vencedor das pistas de motocross, enduro e rali para os modelos de rua. Um importante passo nessa direção foi o lançamento mundial da nova KTM 990 SM T ABS, uma supermoto de alto desempenho, que aconteceu no badalado balneário de Marbella, na costa sul espanhola. Como o próprio nome deixa explícito, a principal mudança na versão 2011 é a adoção do sistema de freios ABS.

“Neste momento, a KTM está investindo alto para oferecer mais segurança para piloto e garupa. Em um próximo passo pensamos até na introdução do sistema de controle de tração para o modelo”, adianta Gerhard Frauscher, gerente de projeto da KTM.

“O desenvolvimento do sistema de freio levou dois anos. Foram inúmeras horas de trabalho em parceria com a Bosch. Este é um ABS de ultima geração, batizado de 9M+. O novo sistema de freios, que pesa apenas um quilo, tem acionamento independente em ambas as rodas”, explica Jörg Schüller, gerente de produto da KTM. A 990 SM T ABS é a primeira moto de série a utilizar a tecnologia 9M+. Além da Bosch, outras empresas participaram ativamente deste no projeto: Marchesini (rodas de liga leve), WP (suspensões) e Continental (pneus).

Para a apresentação mundial foram convidados 45 jornalistas de todo o mundo. Apenas dois brasileiros -- entre eles, este felizardo que vos escreve -- participaram do evento, que aconteceu no clima frio e chuvoso no final de janeiro. Além do ABS, a 990 SM T ABS recebeu melhorias no motor, suspensão, freios e pequenas modificações estéticas como, por exemplo, a nova carenagem do farol. No tanque de combustível, logo da KTM em “3D”. A moto também ganhou uma tomada de 12 Volts, no painel, para ligar o GPS.

Para Gerhard Frauscher, a nova supermoto da KTM é uma fusão de desempenho, conforto e segurança. “Este novo projeto foi feito realmente para quem é apaixonado por motos, focando a satisfação do motociclista estradeiro”, resume o gerente de projeto da KTM, dizendo que esta evolução na 990 SM T ABS deixou a moto ainda mais fácil de pilotar.

FICHA TÉCNICA: KTM 990 SM T ABS

Motor:DOHC, 999 cm³, quatro tempos, dois cilindros em V, refrigeração líquida.
Potência máxima:116 cv a 9.000 rpm.
Torque máximo:9,9 kgf.m a 7.000rpm.
Câmbio:Seis velocidades, com transmissão final por corrente.
Suspensão:Dianteira invertida, com 160 mm de curso. Traseira monoamortecida, com 180 mm de curso.
Freios:Dianteiro com disco duplo de 305 mm de diâmetro. Traseiro com disco simples de 240 mm de diâmetro.
Pneus:120/70 ZR 17 (dianteiro)/ 180/55 ZR 17 (traseiro).
Dimensões:N/D.
Peso:197 kg sem combustível.

NA PRÁTICA
A convite da KTM do Brasil, a Infomoto viajou até a Espanha para participar do lançamento mundial da 990 SM T ABS e conferir in loco todas as qualidades da nova versão da supermotard austríaca. Chuva e frio (quase zero grau) marcaram a manhã de 28 de janeiro no balneário de Marbella. Mas depois da coletiva de imprensa, era hora de colocar literalmente o pé na estrada. O trajeto de cerca de 180 km -- ida e volta entre Marbella e Ronda, na montanha -- e as condições climáticas foram ideais para testar esta autêntica estradeira: trechos muito sinuosos, curvas em alta, longas retas, subidas e descidas. No caminho, mudanças bruscas de clima e temperatura: frio, chuva, serração, neblina e até sol. Parecia um grande parque de diversões para motociclistas. Só faltou a roda gigante.

Como na montanha russa, a adrenalina foi parte integrante de todo o percurso, principalmente no pé da serra, com termômetro na casa dos 3 graus e uma neblina tão densa que era impossível ver o motociclista à frente.

Logo ao subir na moto, o que mais impressionou foi a ergonomia e, consequentemente, o conforto. Parece que mesmo rodando poucos metros a 990 SM T ABS já é sua antiga companheira de viagem. O motociclista se encaixa muito bem no banco e tanque. Até mesmo os baixinhos como eu, que meço 1,71 m.

Outro destaque é o motor quatro tempos de dois cilindros em “V”. Com 999 cm³ de capacidade, 116 cavalos de potência máxima a 9.000 rpm e 9,9 kgfm de torque máximo a 7.000 rpm, a versátil 990 ABS conta com um propulsor que também gosta de trabalhar em baixas e médias rotações. Mas sem perder o fôlego para acelerar em altos giros.

Já nas retomadas, não é preciso baixar marchas para ganhar velocidade. Basta girar o acelerador e abusar do torque. A SM T 990 ABS esbanja força nas ultrapassagens, subidas ou saídas de curva.

Mas caso decida pilotar mais esportivamente, e trocar de marchas constantemente, o câmbio de seis velocidades oferece engates precisos. Muitas vezes o motociclista passa as marchas sem o auxílio da embreagem. Alimentado por injeção de combustível Keihin, o motor “V2” oferece respostas rápidas. São tão rápidas, que parece que o piloto está sobre a RC8, modelo superesportivo da KTM, equipada com o motor da mesma família da 990 SM T ABS, o LC8.


CICLÍSTICA
Comparando com a versão standard, lançada em 2009 e que vendeu até agora 5.100 unidades, a 990 ABS 2011 teve sua ciclística totalmente revisada. Ancorada em um chassi fabricado em aço cromo-molibdênio e subquadro em alumínio, o trem dianteiro conta com suspensão invertida da marca WP, com 160 mm de curso. Detalhe: há múltiplas regulagens de compressão e retorno. Em função da introdução dos freios ABS, houve uma redução do óleo na bengala. Além disso, a moto conta com freios da grife Brembo, com discos duplos flutuantes de 305 mm, mordidos por pinças de quatro pistões fixadas radialmente.

Na parte traseira, suspensão monochoque WP, com 180 mm de curso, e disco simples flutuante de 240 mm de diâmetro, também da Brembo, mordidos por pinças de dois pistões. As rodas de liga leve são da italiana Marchesini e estão calçadas com pneus Continental, nas medidas 120/70 ZR 17(D) e 180/55 ZR 17 (T). Pneus de perfil esportivo que, aliás, oferecem boa aderência no asfalto, mesmo em piso molhado. Porém, certamente, comprometem o desempenho no fora de estrada.

Eficiente, mesmo quando exigido em condições extremas, o conjunto ciclístico transmite boa dose de segurança ao piloto. Inconscientemente, a sigla “ABS”, por si só, já deixa o motociclista mais tranqüilo, confiante e seguro. E não foi à toa: mesmo experimentando travar as rodas no piso molhado, o sistema da Bosch garantiu frenagens sem sustos.

Outra característica marcante da KTM 990 SM T ABS é sua estabilidade. Em altas ou baixas velocidades, em longas retas ou em curvas fechadas, o quadro em treliça e as suspensões garantem a rigidez necessária em uma supermoto. Mas como uma boa fun bike, calçada com roda aro 17 de polegadas na dianteira, a 990 SM T ABS se mostrou “maneável”, ou seja, realiza mudanças de direção com bastante facilidade. (por Aldo Tizzani)

 

CONCLUSÃO

Em resumo, a supermoto da KTM é bastante divertida de se pilotar; versátil, já que pode rodar por rodovias e pequenos trechos por estradas de terra, sempre oferecendo conforto e segurança. Na Europa e também em outras partes do mundo, a KTM 990 SM T ABS irá enfrentar concorrentes de peso. Entre elas, a BMW R 1200 GS, Ducati Multistrada 1200, Honda Crossrunner e Triumph Tiger 1050.

Ao testar uma motocicleta tão divertida de se pilotar, o que se percebe é que todos os envolvidos no desenvolvimento da 990 SM T ABS são apaixonados por motos, rodam sobre duas rodas e respiram gasolina. Por isso, quem comprar uma KTM na Europa (e também no Brasil) pode ter certeza que o produto foi montado por pessoas que vivem o “mundo moto”.

A sport bike da KTM estará disponível na Europa, a partir de março, em três opções de cores: laranja, branca e preta. O preço sugerido é de 13 mil euros. O modelo ainda conta com uma extensa lista de acessórios, com malas de alumínio, protetor de cárter, tank bag e escamentos em titânio da marca Akrapovic. Hoje, a KTM do Brasil comercializa o modelo 2010 da versão standard, sem ABS. O preço é de R$ 54.900 (sem frete). Segundo a marca, a 990 SM T ABS só chegará ao país no início do segundo semestre. O preço da supermoto com sistema de freios ABS, porém, ainda não foi definido. (AT)

*Viagem à convite da KTM

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo