Testes e lançamentos

Volkswagen up! 2018 começa em R$ 37.990; em 2014, custava R$ 26.900

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/04/2017 21h39

Quando surgiu, a meta do Volkswagen up! era (teoricamente) simples: ser o "Fusca do século 21", estourar de vender no Brasil e no mundo e ser a opção mais barata e interessante na linha de produtos da marca. Mas não foi bem assim.

Três anos depois, vários obstáculos pelo caminho (sendo a crise econômica que afeta o país, obviamente, o menor deles) e números menos empolgantes (pouco mais de 160 mil unidades produzidas, bem abaixo do esperado) fizeram com que a Volkswagen mudasse seu plano de ação.

Agora, quem reassume a porta-de-entrada da marca é o Gol -- que, para muitos, volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído.

E o up!? Passa a ser o novo "carrinho de imagem" da Volks: ganha status de primeira opção "premium" na linha de produtos da marca e proposta diferente daquela vista há três anos, com foco na qualidade e não na quantidade. O nível de equipamentos infinitamente superior aplicado pela Volks no produto é a maior prova dessa mudança.

UOL Carros preparou esta comparação entre os novos preços e os valores cobrados pelo carrinho em 2014, quando o IPI era menor e o carrinho tinha versões com duas-portas (mais baratas), que deixam de existir com a chegada da nova linha. Confira:

Antes e depois

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    take up!: Era R$ 26.900 (14/15). Agora custa R$ 37.990 (17/18)

    Versão de entrada que só pode ser equipada com motor 1.0 MPI (três cilindros de até 82 cv com etanol), traz de série os obrigatórios freios ABS/EBD e airbags frontais; chave canivete; limpador e desembaçador traseiro; Isofix; cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador; regulagem de altura do banco do motorista e rodas de aço aro 14 com calotas e pneus "verdes" (de baixa resistência ao rolamento).

    Opcionalmente, oferece ar-condicionado; direção elétrica; coluna de direção com ajuste de altura; sistema de som; vidros elétricos dianteiros; trava elétrica e prateleira divisória no porta-malas.

    Ganhou como equipamento de série, em três anos, iluminação no porta-malas, relógio digital e suporte para celular com entrada USB para carregamento. Leia mais

  • Imagem: Murilo Góes/UOL
    Murilo Góes/UOL
    Imagem: Murilo Góes/UOL

    move up!: Era R$ 30.300 (14/15). Agora custa R$ 48.290 (17/18)

    Intermediário, pode ter motor 1.0 MPI ou 1.0 TSI (até 105 cv com etanol) na linha 2018. Agrega aos itens de série da versão take ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos dianteiros e alarme, computador de bordo com dez funções; prateleira divisória no porta-malas; abertura elétrica do porta-malas e rodas aro 14.

    O único opcional é o sistema de som "Composition Phone", que espelha o celular via CarPlay ou Androir Auto. Ganhou como equipamento de série, em três anos, iluminação ambiente no painel (versão TSI), volante multifuncional com acabamento em couro, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga leve (aro 14), retrovisores externos com luzes de seta integradas e função tilt down (rebatimento do espelho para auxílio em manobras), sensor de estacionamento traseiro e para-sóis com espelho.

    Traz, para celebrar a estreia da linha 2018, o pacote especial Connect, feito sobre a configuração move com motor TSI: retrovisor e teto pintados de preto, interior escurecido, adesivos alusivos à edição roda 15 diamantada e sistema de som "Composition Phone". Será vendida nas cores laranja, azul (foto) e prata por R$ 54.990. Leia mais

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    high/cross up!: Era R$ 34.990 (14/15). Agora custa R$ 57.100 (17/18)

    Versão de topo que podia ter motor MPI na linha 2014/2015 e agora é só 1.0 TSI, tem tudo já citado e itens exclusivos, como filete de iluminação interna ambiente em LED, faróis de neblina com luzes de conversão estática (que acendem para o lado da curva), sensor de estacionamento traseiro, sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) com função "Coming & Leaving Home" e rodas aro 15. Como opcional, pode ter bancos de couro e o sistema multimídia conectável com smartphones (Composition Phone).

    Já o cross up! custa a partir de R$ 55.600 e conta com todos os itens do high up! além dos diferenciais visuais, como para-choques exclusivos, rodas de liga diamantadas com detalhes em preto brilhante, rack de teto e soleira das portas com aplique de alumínio. Leia mais

Fonte: UOL Carros

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo