Topo

Seu Automóvel

Venda de carros importados cresce 32% em 2018; veja ranking por marca

Divulgação
Kia Cerato está entre os carros mais importados neste ano Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/09/2018 04h00

A venda de veículos importados teve alta de 32% no resultado acumulado de 2018. Os dados foram divulgados pela Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores).

Vale lembrar que apenas as 16 afiliadas à Abeifa (Kia Motors, BMW, Mini, JAC  Motors, Volvo, Porsche, Jaguar, Land Rover, CAOA  Chery, Lifan, Ferrari, Lamborghini, Maserati, BYD, Rolls-Royce e Suzuki) são consideradas no ranking da associação. Sendo assim, marcas não afiliadas, como Audi e Mercedes-Benz (que têm fábricas no Brasil e são associadas à Anfavea), bem como empresas independentes, estão fora da lista.

Veja mais

Guerra de Trump a importados pode beneficiar Brasil
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Os números de agosto foram bastante positivos: 3.801 unidades, alta de 22,6% em relação ao mês anterior -- quando foram vendidas 3.101 unidades. Frente a agosto de 2017, o crescimento foi de 34,7%: 3.801 unidades contra 2.821 veículos emplacados em agosto do ano passado.

De janeiro a agosto de 2018, as cinco marcas que mais venderam foram Kia Motors (7.963 unidades), Volvo (4.051 unidades), JAC Motors (2.865 unidades), BMW (1.842 unidades) e Suzuki (1.725 unidades). As mesmas fabricantes também compõem o top 5 das marcas em agosto.

"Foi o melhor desde dezembro de 2015, mas com muito sacrifício para todos os importadores. Todos tiveram de segurar preços promocionais mesmo com o dólar no patamar de R$ 4,10. No último quadrimestre do ano, vamos tentar manter vendas mensais de 3,8 mil unidades mas, a permanecer com o dólar acima dos R$ 4, dificilmente conseguiremos alcançar sequer a nossa meta do ano de 40 mil unidades", afirma José Luiz Gandini, presidente da Abeifa e da Kia Motors do Brasil.

Ano tumultuado

O executivo. porém, afirma que os resultados poderiam ser melhores.

"Depois da greve dos caminhoneiros e da Copa do Mundo que, de alguma forma, influenciaram o comportamento de vendas em maio e junho, a falta de confiança do consumidor ainda persiste. E agora com um componente a mais: a eleição presidencial. De qualquer maneira, já houve uma pequena reação em julho e em agosto, o que sinaliza um segundo semestre melhor. Torcemos por um cenário eleitoral mais consistente e, com isso, que melhore o comportamento da moeda norte-americana em relação ao real", declarou.

Só no Brasil

Quatro afiliadas à Abeifa também possuem fábrica no Brasil. São elas: BMW, CAOA  Chery, Land Rover e Suzuki. Justamente por isso é que a associação contabiliza os números de unidades produzidas no país de forma separada.

Somadas, as quatro fabricantes fecharam agosto com 2.379 emplacamentos, alta de 28,5% em relação a julho de 2018. Comparando com o resultado de agosto de 2017 (quando foram emplacadas 1.953 unidades), o crescimento é de 21,8%.

No resultado mensal por marca, a Chery emplacou 1.050 unidades, seguida por BMW (836), Land Rover (283) e Suzuki (210).

No acumulado do ano, a CAOA Chery teve um aumento de 85,2% em sua produção, passando de 2.182 unidades em 2018 para 4.041 licenciamentos de janeiro a agosto deste ano. A BMW cresceu 10,8% (5.510 unidades em 2018 contra 4.971 unidades em 2017), a Land Rover teve alta de 8,2% (3.286 unidades ante 3.037 unidades) e a Suzuki teve crescimento de 22,7% (1.471 unidades contra 1.199 licenciamentos).

Marcas importadas mais vendidas em 2018

  • Murilo Góes/UOL

    Kia Motors

    Líder absoluta de vendas, a Kia Motors emplacou 7.963 unidades de janeiro a agosto; o Sportage é o modelo campeão de vendas da marca coreana com 3.986 carros

  • Murilo Góes/UOL

    Volvo

    De janeiro a agosto deste ano, a Volvo licenciou 4.051 unidades, suficientes para levá-la ao segundo lugar entre as 16 afiliadas à Abeifa; o XC60 ainda lidera as vendas, mas o XC40 (acima) já está na cola

  • Marcelo Ferraz/UOL

    JAC Motors

    Apesar dos resultados estarem aquém do que acontecia no passado, a JAC se mantém entre as marcas mais vendidas de carros importados; neste ano, a empresa emplacou 2.865 unidades de janeiro a agosto; o T40 domina as importações com 2.033 carros

  • BMW

    A BMW é uma das quatro fabricantes que fabrica carros no Brasil; se analisarmos apenas as importações, a marca fica em quarto lugar com 1.842 unidades em 2018 -- das quais 348 foram do X5

  • Murilo Góes/UOL

    Suzuki

    Outra marca com fábrica no país, a Suzuki também importa muitos carros: foram 1.725 unidades até agosto deste ano, com o Vitara respondendo pela maior parte do volume

  • Divulgação

    Lifan Motors

    Segunda chinesa no top 10 dos importados, a Lifan Motors importou 1.712 veículos, apenas 13 a menos do que a Suzuki no mesmo período; o X60 é o carro mais licenciado da marca com 1.219 carros

  • Divulgação

    Land Rover

    Da Inglaterra vieram 1.533 veículos da Land Rover entre janeiro e agosto deste ano; o campeão de licenciamentos é o Discovery (580 carros), seguido de perto pelo Velar (551 unidades)

  • Divulgação

    Jaguar

    Como a Jaguar ainda não fabrica carros no Brasil, a Abeifa não tem trabalho para considerar apenas unidades importadas. E foram 1.084 até agora em 2018.

  • Murilo Góes/UOL

    Mini

    A Mini importou 1.052 carros de janeiro a agosto de 2018; o modelo mais licenciado foi o Countryman Cooper S, com 363 unidades

  • Murilo Góes/UOL

    Porsche

    A Porsche surge em 10º lugar no ranking de importadores com 912 carros; o Macan surge na liderança com 324 unidades

  • Murilo Góes/UOL

    BYD

    Mesmo sem vender carros para pessoas físicas no Brasil, a BYD fornece veículos para órgãos públicos e empresas; das 46 unidades trazidas para cá, 37 foram do sedã E5

  • Murilo Góes/UOL

    Maserati

    A Maserati pode não ser tão lembrada quando falamos em superesportivos, mas a marca vende bem mais que Ferrari e Lamborghini no Brasil; até agora, 27 unidades vieram para cá

  • Divulgação/Barrett-Jackson

    Ferrari

    Logo atrás da Maserati está a conterrânea Ferrari com 20 unidades importadas; só a 488 Spider teve oito exemplares licenciados

  • Alain Grosclaude/AFP

    Lamborghini

    A Lamborghini teve 11 unidades importadas para o país, das quais sete foram do Huracán

  • Divulgação

    CAOA Chery

    As importações da Chery reduziram drasticamente após o aumento da produção na fábrica de Jacareí (SP); de janeiro a agosto apenas seis unidades vieram para o país, sendo quatro do velho Tiggo

  • Divulgação

    Rolls-Royce

    A "lanterninha" é da Rolls-Royce, que licenciou apenas uma unidade do Dawn no Brasil de janeiro a agosto de 2018

Fonte: Divulgação/Abeifa

Mais Seu Automóvel