Topo

Seu Automóvel

Toyota foi marca que mais vendeu carros no mundo em 2017; veja top 10

Murilo Góes/UOL
Toyota Corolla: best seller japonês ajudou marca a terminar mais um ano como líder global Imagem: Murilo Góes/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/01/2018 13h38

A Toyota fechou mais um ano na liderança global de vendas de automóveis. É o que informa o relatório divulgado pela consultoria Focus2Move. A gigante japonesa ficou à frente da vice-líder, Volkswagen, por margem de mais de 2 milhões de veículos. 

Curioso observar que as 10 marcas mais bem colocadas do ranking são as mesmas de 2016, apenas com algumas alterações de ordem. Quem mais subiu foi a Honda, que saltou da sexta para a quarta posição, ultrapassando Nissan e Hyundai. Os sul-coreanos, aliás, caíram uma colocação devido à baixa de 9% em suas vendas.

Veja a seguir as dez marcas que mais emplacaram automóveis em 2017:

Veja mais

+ Brasil bate recorde de exportações de carro; agradeça à crise
+ Super-ranking mostra os 100 carros mais vendidos do Brasil
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

UOL Carros no Twitter
Canal de UOL Carros no Youtube
Siga também UOL Carros no Instagram

Marcas que mais venderam em 2017

  • Divulgação

    Toyota -- 8,7 milhões de unidades (+2,7%)

    Os japoneses estão tão à frente que já haviam assegurado o primeiro lugar por antecipação no começo de dezembro. Parte deste feito pode ser atribuído ao bom desempenho de seus principais modelos, especialmente o Corolla, o modelo mais vendido do mundo e que em 2017 teve mais de 1 milhão de veículos comercializados.

  • Murilo Góes/UOL

    Volkswagen -- 6,8 milhões de unidades (+4,7%)

    Fabricante alemã cresceu 4,7% no ano passado, deixando claro que o escândalo de fraudes em motores a diesel está ficando no passado. Os bons resultados nos Estados Unidos e no Brasil -- onde fechou no segundo lugar, com 11,7% de participação, segundo o ranking a Fenabrave (associação das concessionárias) impulsionaram os números. Em contrapartida, falta ainda reconquistar mercados importantes para a empresa, como México e Alemanha.

  • Divulgação

    Ford -- 6,1 milhões de unidades (-1,2%)

    Apesar de estar "no pódio", a Ford não teve um bom ano em 2017. A empresa teve resultados ruins em Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e, principalmente, China.

  • Murilo Góes/UOL

    Honda -- 5,16 milhões de unidades (+8,2%)

    Terminou o ano em quarto lugar após travar um duelo ferrenho com a conterrânea Nissan. Ambas estiveram próximas durante todo o ano, mas o crescimento nas vendas no último semestre e, especialmente, as presenças de Civic e CR-V entre os 10 modelos mais vendidos do planeta fizeram a Honda ficar à frente por 20 mil unidades.

  • Divulgação

    Nissan -- 5,14 milhões de unidades (+4,4%)

    Perdeu uma posição, e justamente para sua arquirrival Honda, mas não tem tantos motivos para reclamar. Afinal de contas, teve um crescimento de 4,4% em suas vendas, mesmo com seu modelo mais vendido globalmente (o Qashqai) figurando em um discreto 17º lugar. Os bons números em mercados emergentes (como o Brasil) contribuíram para o desempenho.

  • Murilo Góes/UOL

    Hyundai -- 4,4 milhões de unidades (-9%)

    O grupo coreano Hyundai-Kia enfrentou uma situação inédita em 2017. Ambas as marcas tiveram quedas expressivas nas vendas, perdendo participação de mercado principalmente para rivais chinesas. No caso da Hyundai, a queda ainda mais expressiva.

  • Murilo Góes/UOL

    Chevrolet -- 4,1 milhões de unidades (-0,1%)

    Ficou praticamente estagnada. O mercado brasileiro contribuiu bastante para que a marca da General Motors não terminasse 2017 em queda mais forte, já que por aqui a montadora fechou mais um ano na liderança de vendas, com 18,1% de participação somando carros de passeio e comerciais leves.

  • Murilo Góes/UOL

    Kia -- 2,8 milhões de unidades (-3,9%)

    Abaixo da marca de 3 milhões de veículos vendidos, a Kia Motors sofreu o mesmo problema da Hyundai. A Focus2Move estima que as marcas sul-coreanas estão perdendo até 50% das vendas para concorrentes chinesas.

  • Eugênio Augusto Brito/UOL

    Renault -- 2,68 milhões de unidades (+10,5%)

    Repetiu o bom desempenho de 2016. Além de sustentar a nona posição, foi a segunda marca que mais cresceu no ano, apresentando percentual inferior somenteo ao da indiana Maruti (+14,1%).

  • Murilo Góes/UOL

    Mercedes-Benz -- 2,55 milhões de unidades (+10,1%)

    Outra com bons motivos para comemorar. Firmou-se no "top 10" e ainda viu suas vendas crescerem mais de 10%. Os modelos da família Classe C aparecem em 36º lugar no ranking de carros, à frente até de modelos de marcas generalistas, como o Chevrolet Cruze.

Fonte: Focus2Move

Mais Seu Automóvel