Topo

Cultura do carro

Relembre 15 grandes sacadas e mancadas da Fiat em 40 anos

Leonardo Felix

Do UOL, em Betim (MG)

09/07/2016 12h00

Ao longo de 40 anos de vida no Brasil -- data celebrada neste sábado (9) --, a Fiat se acostumou a exercer papel protagonista na indústria automotiva nacional. Para o bem e para o mal.

Nessas quatro décadas a fabricante italiana saltou de marca desconhecida e desprezada à condição de empresa que entende como poucas o gosto do consumidor brasileiro, sendo líder de mercado por 15 anos consecutivos. Difícil encontrar tal relação com o público de forma tão eficiente em outra empresa.

Também foi responsável por diversas inovações tecnológicas em nosso mercado, como o primeiro automóvel de produção movido a álcool e a adoção de motores com quatro válvulas por cilindro e injeção eletrônica multiponto.

Por outro lado, envolveu-se em problemas que afetaram sua imagem em determinados momentos e, inclusive, preconizaram o fim de ciclo de alguns produtos e a ineficiência em determinados segmentos: até hoje a marca se ressente por não emplacar, por mais de uma geração, um modelo médio.

UOL Carros seleciona momentos icônicos da montadora no país, por ordem cronológica. Confira e comente:

  

Mais Cultura do carro