Seu Automóvel

Qual sedã eu compro? Veja todas as opções de compactos premium

Murilo Góes/UOL
Volkswagen Virtus 200 TSI Highline promete ser o sedã mais tecnológico do segmento Imagem: Murilo Góes/UOL

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/11/2017 04h00

Com a apresentação do Volkswagen Virtus e a iminente chegada do Fiat Cronos, bem como do Toyota Yaris Sedan, o segmento de sedãs-compactos premium passa a contar com duas novas -- e importantes -- opções.

A nova dupla chega com a pretensão de mudar a história da categoria e disputar clientes de uma zona de mercado na qual os modelos costumavam oferecer apenas espaço para pernas e bom porta-malas como predicados. Poucos eram bonitos de fato, quase nenhum tinha bom acabamento, nem mesmo segurança.

Somando novos e atuais, quais são as opções? UOL Carros resume, abaixo, quais são os alvos do trio que começa a ser vendida no começo de 2018 e te mostra as ofertas do segmento de sedãs compactos premium (ou "com algo a mais").

Veja mais

Volks investe R$ 7 bilhões para ter novos carros até 2020
Renault mostra cara do novo Duster

Especial: Como é feito um carro
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros

Sedãs-compactos com "algo a mais"

  • Volkswagen Virtus

    Prós: Chega no início de 2018 com proposta atualizada à busca do mercado, bastante tecnologia embarcada, segurança de alto nível (compartilha base com o Polo, que é cinco estrelas no Latin NCAP) e conjunto mecânico de primeira linha. Preços ainda estaõ indefinidos.

    Contras: Desenho muito próximo ao de outros modelos da marca -- o Virtus já está sendo chamado de "Voyajão" em comentários de reportagens e em nosso canal do Youtube -- e excesso de pacotes opcionais, bem como acabamento inferior ao de rivais. Leia mais

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Fiat Cronos

    Prós: Outro que chega no começo do próximo ano e promete ser um dos carros mais modernos da categoria. Deverá manter o bom acabamento, estilo, espaço interno e sistema de som vistos no Argo. Preços ainda estaõ indefinidos.

    Contras: Cronos deverá utilizar apenas os motores 1.3 Firefly e 1.8 E-torq, deixando de lado uma possível versão de entrada com motor 1.0 Firefly de três-cilindros. São motores menos modernos que os conjuntos da Volks, por exemplo. As caixas de câmbio usadas pela Fiat também ficam atrás se comparadas às da VW. Leia mais

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Toyota Yaris

    Prós: Faz parte de um projeto global da marca, poderá ter uma versão híbrida e deverá finalmente oferecer qualidade e espaço a um segmento onde a Toyota atualmente "força a barra" e vende o compacto Etios improvisado na função. Preços ainda estaõ indefinidos.

    Contras: Deve chegar somente no final de 2018 ou começo de 2019, relativamente atrasado se comparado aos mais recentes lançamentos, e usar uma evolução da plataforma do Etios -- e não a moderna TNGA, do Prius. Leia mais

  • Imagem: Murilo Góes/UOL
    Murilo Góes/UOL
    Imagem: Murilo Góes/UOL

    Chevrolet Cobalt

    Prós: Espaço para passageiros, porta-malas e baixo nível de ruído interno. Parte de R$ 65.290 (LTZ) e R$ 72.490 (Elite).

    Contras: Além do desenho controverso, o projeto é antigo e motor, defasado -- por conta disso, há um alto consumo de combustível. Leia mais

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    Hyundai HB20S

    Prós: Dirigibilidade, pacote de conectividade, possibilidade de motor turbo, economia de combustível e design (principalmente dianteiro e do interior). Parte de R$ 50.715 (1.0), R$ 54.715 (1.0 turbo), R$ 57.265 (1.6).

    Contras: Traseira conservadora, preço elevado para a quantidade de equipamentos e interior apertado. Leia mais

  • Honda City

    Prós: acabamento do console central, consumo de combustível, espaço interno e e porta-malas (536 litros). Parte de R$ 66.400 (DX), R$ 69.000 (LX), R$ 75.700 (EX) e R$ 81.400 (EXL).

    Contras: Preço elevado, desenho vencido e atenção: uma reestilização está prevista para o início do ano que vem. Leia mais

  • Imagem: Murilo Góes/UOL
    Murilo Góes/UOL
    Imagem: Murilo Góes/UOL

    Nissan Versa

    Prós: Espaço interno, ar-condicionado digital, porta-malas com 460 litros e boa performance do câmbio CVT. Parte de R$ 48.490 (1.0 Conforto), R$ 50.490 (1.0 S), R$ 53.490 (1.6 S) e R$ 56.490 (1.6 SV), R$ 61.490 (1.6 SV), R$ 63.490 (1.6 SL), R$ 67.490 (1.6 SL CVT) e R$ 68.840 (1.6 Unique).

    Contras: Estilo e acabamento, idade do projeto, nível de conectividade e excesso de versões. Leia mais

  • Imagem: Ford
    Ford
    Imagem: Ford

    Ford Fiesta Sedan

    Prós: nível do acabamento, economia de combustível, estilo moderno e posição de dirigir. Parte de R$ 67.260 (SEL 1.6), R$ 73.060 (SEL 1.6 AT), R$ 79.560 (1.6 Titanium AT), R$ 81.760 (1.6 Titanium Plus AT).

    Contras: projeto ultrapassado, preços elevados, câmbio powershift com baixa aceitação no Brasil devido a equívocos da fabricante, baixa altura do solo e atenção: assim como o Honda City, o Fiesta remodelado deve chegar no início do ano que vem, após a estreia do hatch. Leia mais

Fonte: UOL Carros

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo