Carros

Lista ensina a lavar sua moto em casa seguindo 10 passos

Guilherme Silveira

Da Infomoto

12/02/2016 18h30

Lavar a moto é uma tarefa mais fácil do que parece. Tomando alguns cuidados e usando os produtos certos, não é preciso ter muita experiência para deixar sua companheira de duas rodas “tinindo”. O ritual se torna até uma oportunidade de verificar o estado mecânico dela: parafusos e suportes soltos, ou cabos e mangueiras desgastados, por exemplo.

Confira abaixo dez dicas para lavar sua moto sem pressa e do jeito certo. Elas são dadas por Carlos Camargo, dono da lavadora especializada Sapolius, de São Paulo (SP), a quem Infomoto agradece pela colaboração.

Lave sua moto em 10 passos

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Faça na sombra

    Procure lavar a moto em áreas de sombra. Expô-la ao sol aumenta os riscos de se manchar pintura ou danificar plásticos caso a espuma do xampu seque. Só molhe a moto se o motor estiver frio, e use uma bucha macia e xampu específico (geralmente encontrado em lojas especializadas em produtos para lavar carros) para tirar a sujeira.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    De cima para baixo

    O ideal é começar a lavar a moto pelas partes mais altas e laterais, para deixar que a espuma escorra naturalmente para agir na parte mecânica e rodas. Comece esfregando carenagens, painel e lentes, vá para o banco e, depois ,rabeta e área da placa; são os locais que costumam ter mais resíduos.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Use jatos com moderação

    Evite jogar água diretamente em chicotes e parte elétrica/injeção. No caso de escapes com saídas para cima, melhor tapar o orifício com estopa ou pano. Caso use lavadora de alta pressão, regule a abertura do leque para perto de um metro.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Moto grande? Vá por partes

    Se a moto for grande, faça a lavagem por partes, enxaguando logo em seguida as regiões que já receberam uma boa esfregada. O motivo é evitar que a espuma fique muito tempo em contato com a carenagem e acabe secando, o que gera manchas.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Atenção à parte mecânica

    Na parte mecânica, normalmente com graxa e sujeira mais grossa, o ideal é usar um pincel ou brocha com cerdas firmes. Se o xampu não der conta dos resíduos, pode-se adicionar um pouco de querosene para dissolver a ?casca?.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Bombril nas rodas

    Se as rodas estiverem muito sujas ? algo comum em modelos de rodas raiadas ? pode-se fazer uso de palha de aço mais fina, embebida em saponáceo cremoso, ou mesmo xampu com querosene. Gire cada roda para limpá-la por completo, e aproveite para esfregar também os cubos e sistema de freio. As bengalas devem ser lavadas com bucha ou pincel, pois acumulam bastantes resíduos.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Balança e relação

    Quer lavar balança, corrente e coroa traseira? O aconselhável é realizar os procedimentos em separado e usar querosene ou desengraxante específico. Após intervalos maiores, vale retirar a capa do pinhão para sua limpeza. Use pincel com querosene para retirar a graxa acumulada, e depois lubrifique os dentes do pinhão.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Hora de secar

    Seque todas as partes plásticas e lentes com um pano macio. Saia para uma rápida volta a fim de secar o conjunto mecânico e freios ? que pedem atenção por estarem molhados e menos eficientes do que o normal.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Lubrifique a corrente

    A corrente deverá ser lubrificada com óleo específico; aproveite também para puxar o cabo da embreagem e pulverizar óleo desengripante em spray. Os pneus não devem receber ?pretinho?, que pode escorrer para as bandas de rodagem e levar a quedas. Espalhe no máximo um pouco de silicone em gel nas laterais dos pneus.

  • Imagem: Doni Castilho/Infomoto
    Doni Castilho/Infomoto
    Imagem: Doni Castilho/Infomoto

    Tapa final

    Com a moto limpa e seca é possível enxergar melhor possíveis riscos ou manchas na pintura e plásticos. Use estopa ou algodão com cera polidora de alto brilho para os plásticos, e espalhe em mvimentos firmes e circulares por pequenas áreas. Retire o excesso com com estopa ou algodão limpo. No caso do assento, use hidratante corporal ou para couro, dependendo do revestimento, e passe uma toalha de papel para retirar o excesso.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo