Salão de Xangai

Cinco marcas chinesas que já estão fazendo carros de primeiro nível

Leonardo Felix

Do UOL, em Xangai (China)

27/04/2017 08h00

"Fabricantes de cópias". "Carros xingling". Quantas vezes você não escutou esse tipo de adjetivação ou preconceito quando se fala em automóveis chineses?

De fato, as montadoras do gigante asiático possuem muito menos experiência em um sistema de produção tão complexo quanto o automotivo, e ainda têm muito o que aprender com as ocidentais.

Entretanto, a velocíssima expansão do mercado -- incluindo a cada vez maior demanda por produtos de marcas locais --, o uso dos mesmos (e bons) fornecedores globais e o volume de dinheiro circulante no país permitiram que as marcas locais imprimissem um ritmo de evolução admirável.

Por isso é chegada a hora de admitir: algumas fabricantes chinesas já se tornaram capazes de fazer veículos com alta qualidade e identidade própria. UOL Carros lista cinco delas após observar as novidades mais quentes do Salão de Xangai 2017.

As melhores fabricantes chinesas

  • Imagem: Newspress
    Newspress
    Imagem: Newspress

    Great Wall

    Principal referência em carros chineses premium, a Great Wall atua fortemente no mercado de SUVs e já alcançou maturidade necessária para focar em soluções de propulsão alternativa. Em Xangai a fabricante apresentou novidades como o híbrido Haval HB-03 e o elétrico Wey Pi4 VV7X, ambos SUVs-cupês que querem encarar de frente carros de marcas como BMW, Audi e Jaguar.

  • Imagem: Newspress
    Newspress
    Imagem: Newspress

    Geely

    Operação fracassada no Brasil (por operar através de importador independente, sem representação direta e sem cotas de importação, já que entrou no mercado depois da formação do Inovar-Auto), a Geely vem mostrando a passos largos o quanto a recente aquisição da Volvo lhe fez/faz bem. Além do conceito elétrico MPV Concept, a marca apresentou no salão uma nova marca, chamada Lynk & Co, que utiliza plataforma da marca sueca e tem como ambição conquistar o exigente mercado europeu. Para isso, utilizará o que de mais moderno há em tecnologias de propulsão híbrida e conectividade. O primeiro produto da Lynk & Co é um SUV compacto batizado de "01". Visual bebe da fonte de Porsche, Kia e da própria Volvo, mas de maneira discreta e com personalidade.

  • Imagem: Newspress
    Newspress
    Imagem: Newspress

    SAIC

    Uma das fabricantes mais importantes da China, a SAIC criou no início da década uma marca premium, a Roewe, que logo se tornou referência em qualidade. Foi ela a responsável por fazer o primeiro híbrido plug-in da história do país, o sedã E50, e também é ela uma das poucas marcas locais a alcançar notas máximas no programa de segurança viária do país, o C-NCAP. Em Xangai seu destaque é o SUV-cupê elétrico Vision-E Concept. Outra marca do grupo, a MG, também aposta na eletrificação com o cupê elétrico E-Motion Concept.

  • Imagem: www.drive.ru
    www.drive.ru
    Imagem: www.drive.ru

    Brilliance

    Pintura saia e blusa, grade com efeito tridimensional, linha de cintura elevada, traços futuristas e motorização elétrica que promete autonomia de 580 quilômetros. O conceito Eroe marca a estreia da Brilliance no universo dos "carros verdes" e antecipa um futuro SUV médio elétrico que usará a insígnia da marca italiana SWM. E, acredite e vença seu preconceito: tudo isso vem da China.

  • Imagem: Leonardo Felix/UOL
    Leonardo Felix/UOL
    Imagem: Leonardo Felix/UOL

    Chery

    Uma das marcas chinesas que mais evoluíram nos últimos anos, a Chery tem demonstrado verdadeira obsessão por ganhar identidade própria. Tudo bem que a nova geração do Tiggo 5 ficou com visual controverso, mas o conceito Tiggo Sport Coupé SUV Concept é cheio de personalidade e prepara a fabricante para a chegada de novas plataformas, focadas em propulsão elétrica e tecnologias como reconhecimento facial e leitura de olhos do motorista.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo