Topo

Cultura do carro


Carros dos candidatos: Bolsonaro tem Freelander e Lula, Omega Fittipaldi

Murilo Góes/UOL
Modelo mais recente declarado ao TSE é o Corolla 2014 de Bolsonaro Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/09/2018 04h00Atualizada em 10/09/2018 18h49

Automóveis estão entre os principais bens dos candidatos à Presidência da República, cuja declaração é obrigatória por lei ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Como não há prazo final para divulgação dos bens (e a lista de posses pode ser alterada sem aviso prévio), há candidatos que informaram ter veículos, mas ainda não revelaram o modelo. Entretanto, alguns deles já revelaram quais são os carros de suas propriedades.

Além disso, vale citar que os valores são os declarados pelos candidatos em suas relações ao TSE. Assim, eles não necessariamente seguem valores como o da tabela FIPE.

Desta vez, apenas sete dos 13 candidatos informaram ter veículos, sendo que nem todos revelaram os modelos de seus carros.

Veja mais

+ Combustível batizado: veja como se defender e quem fiscaliza
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Nas eleições presidenciais de 2014, Dilma Rousseff (PT) chamou atenção por declarar ser dona de um Fiat Tipo 1996, enquanto Aécio Neves (PSDB) disse ter um Land Rover Freelander 2012. 

Apenas dois candidatos da disputa de 2014 estão presentes neste ano: Marina Silva e José Maria Eymael. Marina, aliás, afirmou há quatro anos que preferia andar de bicicleta, mas não reiterou se a preferência pela bike persiste. Já Eymael possuía uma frota de quatro veículos em 2014 (Fiat Tipo, Chevrolet Blazer, Peugeot 406 SW e Mitsubishi Pajero). Neste ano, porém, o democrata cristão não declarou nenhum carro.

Sergio Lima/Folhapress
Em 2014, Marina Silva recorreu a um táxi para fazer campanha Imagem: Sergio Lima/Folhapress

Um dos casos mais curiosos é o de João Amoedo (Novo), dono do maior patrimônio, mas que preferiu não revelar os modelos dos cinco automóveis citados até o momento.

Considerando os modelos citados e também pesquisa, UOL Carros lista os destaques dentre os carros declarados pelos presidenciáveis:

Veículos dos candidatos à Presidência da República

  • Divulgação

    Fernando Haddad/Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

    Primeiro a registrar candidatura pelo PT -- sua situação política só piora, após ter sua candidatura rejeitada pelo TSE por conta da Lei de Ficha Limpa, já que está preso por corrupção -- Lula havia declarado entre seus bens dois carros: um Chevrolet Omega Fittipaldi 2010/11 avaliado em R$ 170 mil, e uma Ford Ranger Limited 2013 cujo valor declarado é de R$ 96.950. Sem Lula, o PT se vê obrigado a colocar Fernando Haddad como cabeça-de-chapa: do ponto de vista de cultura automotiva, porém, a candidatura do ex-prefeito de São Paulo é "sem graça": ele não tem qualquer automóvel registrado, tendo listado apenas imóveis em seu patrimônio.

  • Murilo Góes/UOL

    Jair Bolsonaro (PSL)

    O polêmico candidato do PSL declarou dois veículos ao TSE: um Land Rover Freelander 2009/10 e um Toyota Corolla 2014/15, cada um deles avaliado em R$ 50 mil.

  • Divulgação

    Ciro Gomes (PDT)

    Ao que tudo indica, Ciro Gomes é fã de carros asiáticos. Sua declaração de bens exibe um Toyota SW4 SRV 4x4 2010/10 avaliado em R$ 105 mil e um Hyundai Elantra 1.8 2012/13, cujo valor informado é de R$ 85 mil.

  • Ramon Bitencourt / O Tempo

    João Amoêdo (Novo)

    Amoêdo é o candidato com maior patrimônio declarado ao TSE: nada menos do que R$ 425 milhões. E parece que o engenheiro e empresário é fã de carros: são cinco veículos automotores nos valores de R$ 21.400, R$ 102 mil, R$ 185 mil, R$ 144.600 e R$ 168 mil. Só não sabemos se há alguma VW Brasília entre eles, como esta com placa preta usada no dia da convenção nacional de seu partido, já que João não revelou quais são os modelos.

  • Álvaro Dias (Podemos)

    Senador pelo estado do Paraná, Álvaro Dias só declarou um veículo ao TSE. Trata-se de um BMW 320i ano 2003, modelo 2004. Seu valor? R$ 128 mil.

  • Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress

    Guilherme Boulos (PSOL)

    Boulos foi um dos candidatos que não revelou o modelo de seu veículo, avaliado em R$ 15.416; entretanto, imagens mostram o candidato circulando em um Chevrolet Celta Spirit 1.4 2007, cujo valor de mercado segundo a tabela FIPE se aproxima da quantia declarada ao TSE.

  • Bruno Rocha /Fotoarena/Folhapress

    José Maria Eymael (PSDC)

    Assim como em 2014, quando Eymael tinha uma numerosa frota de quatro veículos, o advogado também declarou quatro carros, nos valores de R$ 142.500, R$ 12.160, R$ 56 mil, R$ 24 mil. O democrata cristão, porém, não revelou os modelos.

  •  Juca Rodrigues /Fotoarena/Folhapress

    Sem veículos declarados ao TSE

    Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB), Marina Silva (Rede), Cabo Daciolo (Patriota), Vera (PSTU), João Goulart Filho (PPL)

Fonte: TSE

Mais Cultura do carro