Carros

Renault Captur vai vender mais com câmbio CVT?

Novo câmbio, nova vida?

20/06/2017 13h09

Quatro meses após o lançamento, quando surgiu com versões 1.6 manual e 2.0 com câmbio automático de apenas quatro marchas, o Renault Captur ganhou esta semana versões intermediárias com câmbio CVT: 1.6 Zen (R$ 84.900) e 1.6 Intense (R$ 88.400).

São 118/120 cv e 16,2 kgfm (gasolina/etanol) nesta configuração com transmissão continuamente variável, que simula seis marchas. O consumo, segundo o Inmetro, fica em 7,3 km/l (etanol) e 10,5 km/l (gasolina) na cidade e de 8,1 km/l (etanol) e 11,7 km/l (gasolina), na estrada.

Nossa percepção é que a força do motor é aproveitada de modo mais eficiente e constante com o novo câmbio, tanto na cidade, quanto na estrada, deixando o carro mais confortável, mais silencioso e consumindo menos. Resumindo: o CVT é melhor que o automático.

A Renault, claro, espera que o modelo engrene firme nas vendas a partir de agora. Você acha que o Captur vai vender mais, finalmente?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Valide seu voto

captcha

Caso não consiga ler, ouça o que está escrito.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo