Topo

Coluna

Caçador de Carros

Para seu bolso: 7 usados com câmbio automático entre R$ 55 mil e R$ 61 mil

Murilo Góes/UOL
Toyota Corolla GLi 2015: é possível encontrar versões de entrada do sedã seminovas e pouco rodadas com câmbio automático Imagem: Murilo Góes/UOL
Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

09/10/2018 04h00

Veja sete opções de carros maiores e mais potentes que podem custar o mesmo que um hatch de entrada com câmbio automático

Não faz tanto tempo, mas câmbio automático era exceção em nosso mercado. Em sua maioria, equipavam modelos maiores e mais caros. Até tivemos opções mais baratas, como o finado Chevrolet Corsa sedã, mas ele teve pouca representatividade.

Ainda hoje, quando meus clientes pedem carros usados pequenos, que sejam baratos e econômicos, mas que tenham câmbio automático (e a demanda para isso é grande!), sofro para encontrar boas opções.

Veja mais

+ Séries especiais: veja 10 exemplos e saiba se vale ou não ter
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a TabelaFipe

+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Felizmente, o cenário mudou, pois aos poucos os pequenos hatchs passaram a ser equipados com câmbios automáticos. Dessa forma, em pouco tempo o mercado de usados estará recheado de novas opções.

Para quem escolhe levar um carro zerinho com câmbio automático, as opções mais baratas de cada fabricante estão na faixa R$ 55 mil a R$ 61 mil. Ok, não é nenhuma pechincha, mas é a realidade do nosso país.

Falo de Volkswagen Gol, Ford Ka, Hyundai HB20, Chevrolet Onix, Toyota Etios, Nissan March, Citroën C3 e Fiat Argo, sendo que apenas o último ainda usa o detestável sistema automatizado mono-embreagem (Dualogic, na versão GSR 1.3), mas não deixa de ser uma opção para quem quer apenas dispensar o pedal da embreagem.

Mas que tal pensar um pouco nas opções racionais que o mercado de usados pode oferecer? Como disse, ainda são poucos hatches pequenos, mas não faltam carros de categorias superiores, com motores mais potentes, mais espaço interno e melhor acabamento. São carros que darão mais prazer e farão seu dia a dia mais feliz.

1. Honda Civic EXR 2014

São várias as opções de Civic no mercado de usados. Entre R$ 55 mil e R$ 61 mil, a melhor é a versão EXR 2014, que já trazia 4 air bags, controles de tração e estabilidade, bancos em couro, ar-condicionado com função automática, sistema multimídia, teto solar e motor 2.0, que aliado ao câmbio automático de 5 marchas (com opções de trocas manuais) e à suspensão independente nas quatro rodas, oferece ótima dirigibilidade.

Nos classificados essa versão aparece com frequência com quilometragem baixa, mas se ainda assim você considera que 2014 já é muito velho, pode pensar num LXS 2016, que não é tão completo, mas continua sendo superior a qualquer hatch pequeno 0km.

Divulgação
Imagem: Divulgação

2. Toyota Corolla GLi 2015

O modelo 2015 do Corolla é o primeiro ano dessa atual geração. Além do visual mais moderno, ele passou a ser equipado com câmbio CVT, superior ao antiquado automático de 4 marchas presente até 2014. Com o teto de R$ 61 mil, somente a versão de entrada GLi pode ser considerada, mas ainda assim não ela fará feio na sua garagem.

O Corolla é reconhecidamente um carro ótimo para a estrada, com conforto acima da média, e isso independe da versão. Além disso, é um coringa com liquidez invejável. Anunciou, vendeu.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

3. Nissan Sentra SL 2016

Falo bastante do Sentra e ainda assim recebo diariamente perguntas sobre sua manutenção e consumo de combustível. Compradores de Civic e Corolla enxergam nele uma relação custo/benefício superior, mas continuam com medo na hora de assinar o cheque.

Aos que, assim como eu, não têm esse medo, levam para casa um sedã espaçoso e muito completo, com 6 airbags, controles de tração e estabilidade, ar-condicionado de duas zonas e, com sorte, o único opcional que era o teto solar. Veja que, por ser mais novo que os outros rivais, as chances de encontrar um menos rodado é maior.

Murilo Góes/UOL
Nissan Sentra 2016 tem o mesmo visual desde o modelo 2014 -- reestilização atual aconteceu no modelo 2017 Imagem: Murilo Góes/UOL

4. Hyundai Tucson GLS 2017

Se o sonho é levar um SUV, mas a grana só dá para pensar em um hatch 0km, o Tucson está aí para realizar seu sonho. Claro que estou falando do "old" Tucson, um dinossauro que passou longos anos sem nenhuma mudança significativa, mas que tem predicados que os amantes de utilitários gostam.

O carro é alto, robusto, espaçoso e confortável. Infelizmente, o câmbio automático tem apenas 4 marchas e isso faz dele um carro que não é econômico, mas se formos levar em conta que um modelo 2017 não ultrapassa a faixa dos R$ 60 mil, ele acaba se tornando uma opção interessante.

Divulgação
Imagem: Divulgação

5. Peugeot 308 Griffe THP 2016

Se você já comprou seu pequeno hatch 0km, recomendo que nem queira conhecer os detalhes do 308 THP, pois vai querer arrancar os cabelos de raiva por não ter optado por esse carro. Eu poderia ficar só nos itens de segurança: 6 air bags, controles de estabilidade e tração. Poderia ficar somente nos itens de conforto, como ar-condicionado de duas zonas com saída para o banco traseiro, controlador e limitador de velocidade, multimídia e teto panorâmico.

Mas não é só isso: ainda tem a cereja do bolo, o excelente motor 1.6 turbo, que nos 308 2016 já é flex e chega a 173 cv quando abastecido com etanol. O câmbio automático tem seis marchas e contribui para um consumo de combustível bem aceitável. Você comprou um Gol 0km? Eu falei para não ler...

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

6. Volkswagen Golf Comfortline 2014

Por muitos anos o Golf ficou parado no tempo no Brasil. Para o modelo 2014, no entanto, a Volks trouxe da Alemanha a sétima geração, "somente" 3 gerações acima daquela que conhecíamos até então. Só tinha um problema: era um carro muito caro, até mesmo para a categoria.

Entendo que não tinha como ser diferente, pois desde a versão de entrada, justamente a Comfortline, ele já vinha com sete air bags, controles de estabilidade e tração, além de vários outros itens de conforto e conveniência.

O motor 1.4 turbo com 140 cv o deixava com ótimo desempenho e baixo consumo de combustível. Somente o câmbio que não é unânime, um automatizado de dupla embreagem com sete marchas, que eu particularmente aprecio. É uma ótima compra, superior a qualquer outro hatch pequeno disponível no mercado de novos. Com sorte, é possível levar um Highline por até R$ 61 mil.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

7. Honda Fit EXL 2015

Entendo que para alguns o tamanho do carro é ponto importante da decisão da compra, portanto os que eu citei até agora não podem ser considerados. Para esses, recomendo o Honda Fit, carro que não tem como dar errado: ele é um dos mais fáceis de guiar e parece até que foi feito para inexperientes.

A posição de dirigir, visibilidade, acerto do motor e câmbio e o pequeno tamanho externo fazem dele um queridinho para o dia a dia. A versão EXL vem com bancos em couro, controlador de velocidade e sistema de som com controles no volante.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL