Topo

Coluna

Caçador de Carros

Caçador de carros: Land Rover completa 70 anos com a valentia de sempre

Fernanda Freixosa/Divulgação
Land Rover 70 anos 1 Imagem: Fernanda Freixosa/Divulgação
Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colaboração para o UOL, de São Paulo (SP)

11/12/2018 12h43

Famosos por serem "os melhores 4x4 do mundo", atuais SUVs da marca aliam robustez dos antigos com sofisticação de carros premium

Lembro-me bem da primeira vez em que ouvi falar dos jipes da Land Rover, quando meu pai disse que eram "os melhores 4x4 do mundo". De alguma forma, quando algo é tido como "o melhor do mundo", nossa mente entende que é algo importante e registra a informação. E é justamente essa informação que resgato a cada contato com um Land Rover.

Entretanto, olho para os fantásticos modelos atuais e não consigo imaginar que esses jipões extremamente luxuosos ainda enfrentem terrenos ruins a ponto de serem considerados os melhores 4x4 do mundo. Minha mente continuava dizendo que sim, mas meus olhos teimavam em acreditar nisso. 

Veja mais

+ Será que você precisa? Veja oito motivos para não ter um SUV
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Felizmente pude esclarecer essa dúvida na semana passada, quando participei de um evento em comemoração aos 70 anos da Land Rover. Antes de dar meu parecer, vamos contar um pouquinho da história desses jipes, que nasceram da necessidade de dois irmãos que precisavam de um veículo fora-de-estrada para andar na fazenda da família na Inglaterra. 

Spencer e Maurice Wilks sabiam que os robustos jipes americanos estavam sendo sucateados por falta de peças de reposição no Reino Unido. Nada melhor que um produto local para suprir isso, e depois de alguns modelos pré-série, apresentaram em 1948 algo parecido com os jipes americanos, porém com algumas particularidades, como os motores da britânica Rover e carroceria de alumínio e magnésio.

O Series I nasceu robusto e rústico, apto a enfrentar os piores terrenos possíveis, graças a tração integral. O sucesso foi tanto que a produção inicial de 100 veículos por mês, logo não conseguia suprir a demanda.

Poucas mudanças visuais foram feitas no primeiro modelo ao longo dos anos, sendo as mais marcantes no final dos anos 50 com o Series II, no início dos anos 70 com o Series III e no início dos anos 90 com o Defender. Vários motores e diversos tipos de carrocerias foram oferecidos até 2016, quando o último Defender deixou a linha de produção na fábrica de Solihull, na Inglaterra. O icônico modelo teve mais de 2 milhões de unidades produzidas e se tornou um clássico produzido até no Brasil, caso deste Defender nacional que mostro no vídeo, fabricado no início dos 2000 em São Bernardo do Campo (SP).

Luxo e robustez

Outros modelos não menos importantes foram apresentados a partir de 1970, com o refinado Range Rover. Enquanto o modelo original continuava sua trajetória com a simplicidade de um bom fora-de-estrada, o Range Rover oferecia luxo e conforto aos ocupantes. Seguindo os anos, o carro foi ficando cada vez mais insanamente luxuoso, mas sem perder as características de um bom jipe. Hoje ele é tido como uma joia da Land Rover, fazendo parte de uma linha que ainda tem Velar, Sport e Evoque, cada um com características e carrocerias próprias.

Já o Discovery, terceiro veículo da marca, foi apresentado em 1989 para ocupar o espaço entre Defender e Range Rover, mas sempre ficou bem mais próximo do Range Rover que do Defender. Também evoluiu e hoje é praticamente tão luxuoso quanto o irmão mais rico. Oferecido com a carroceria tradicional e outra Sport, é outro sucesso da marca inglesa.

Além da trinca de clássicos, tivemos também o charmoso Freelander, que em suas duas gerações fez muito sucesso em todo o mundo. O menor dos Land Rover foi, para mim, um dos mais harmoniosos SUVs e ainda hoje desperta bastante interesse no mercado de usados. Uma pena ter saído de linha em 2014. Aqui eu mostro um raro Dynamic com motor a diesel.

Topa tudo

Voltando ao evento de comemoração dos 70 anos da marca, uma pista off-road foi montada dentro de um condomínio em obras com vários obstáculos impossíveis de serem vencidos por veículos normais. Neste dia tive o privilégio de participar com uma Discovery Sport branca, um carro que simbolizaria justamente o que disse no início: alto luxo e refinamento não combinam com terra e lama. Como será que esse SUV "de shopping" encararia esse trajeto?

Ele não só encarou como foi com maestria e total desprezo pelos obstáculos. Meus olhos estavam completamente enganados e minha mente, agora não mais confusa, pode comprovar que esses veículos ingleses continuam sendo os melhores 4x4 do mundo. Dá para enfrentar a pior das estradas sentado num luxuoso banco de couro, numa temperatura confortável proporcionada pelo ar condicionado e ouvindo sua música preferida vindo do sistema de som premium.

Em 70 anos de história, a Land Rover conseguiu mudar completamente a proposta de seus carros, mas sem jamais perder seu DNA.