Últimas de Carros

Atualizada em 22.07.2013 20h36

Chevrolet Tracker chega às lojas em outubro e deve partir de R$ 55 mil

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

Anunciado pela Chevrolet na TV e na internet nos últimos dias, o Tracker deve chegar ao mercado brasileiro somente em outubro, segundo apurou UOL Carros. O modelo virá, a princípio, importado do México (a General Motors ainda estuda fabricação nacional), para competir com Ford EcoSport e Renault Duster, já no mercado, e vindouros como Renault Captur, entre outros, não só em tamanho, mas também no preço.

O Tracker custará o mesmo que seus principais rivais, algo entre R$ 55 mil e R$ 75 mil, segundo o consenso entre funcionários de revendas da marca, que já faz pré-cadastro de clientes interessados. O EcoSport custa entre R$ 54.800 e R$ R$ 77.760.

Compacto -- são 4,24 m de comprimento (sem estepe na tampa traseira), 1,77 m de largura, 2,55 m de distância entre-eixos e 358 litros de porta-malas --, o SUVinho será equipado com o conjunto mecânico do Cruze, embora a GM ainda não confirme seus dados técnicos. "O Tracker terá motor 1.8 flex de até 144 cv com etanol e câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis", disse um dos vendedores.

OLHA ELE AÍ!

  • Guilherme Silva/Carsale

    Na semana seguinte após o anúncio, uma unidade do carro (possivelmente a que foi usada para gravação do comercial) foi vista pelo Carsale na zona Sul de São Paulo. Clique na foto para saber mais sobre o flagrante

SOBRENOMES
A nomenclatura deve ser a mesma que a de outros carros da marca: LT e LTZ. 

As versões de cerca de R$ 55 mil serão equipadas com câmbio manual e tração dianteira. O Tracker de aproximadamente R$ 70 mil terá câmbio automático de seis marchas, tração integral e sistema multimídia MyLink, entre outros equipamentos.

Na Argentina, onde está em fase de lançamento (também importado do México), o Tracker tem apenas motor 1.8 que rende 140 cv e bebe apenas gasolina (potência igual ao 1.8 do Cruze a gasolina vendido por lá), câmbio automático de seis marchas. Os preços do carro para o mercado hermano, entretanto, ainda não foram anunciados pela Chevrolet da Argentina, ainda que todos os pacotes sejam baseados na versão LTZ, a mais completa da gama da Chevrolet, trazendo itens como freios a disco com ABS e EBD nas quatro rodas, seis airbags, sensor e câmera de estacionamento e acesso e partida sem chave.

Consultada, a Chevrolet do Brasil não quis comentar o assunto.

Assista abaixo ao anúncio oficial da marca, feito pelo presidente para a América do Sul, Jaime Ardila, que mostrou, além do Tracker, o Camaro reestilizado e o novo slogan da empresa, "Find New Roads", algo como "ache novos caminhos".

Topo