Últimas de Carros

Mégane RS quer mostrar a Renault em seu limite; veja fotos exclusivas

Claudio Luís de Souza

Do UOL, em São Paulo (SP)

A Renault prepara a chegada ao Brasil do Mégane RS. O cupê esportivo de 265 cavalos de potência pode entrar na cota de 9.600 carros que a fabricante francesa pode importar este ano, dentro do Inovar-Auto (novo regime automotivo), e que no momento está ociosa. A maior parte desses carros deve ficar com o SUV compacto Captur. O Mégane "nervoso" pode responder por algo entre 30 e 70 unidades/mês. O modelo foi apresentado no Salão de Buenos Aires, aberto até dia 30.

Vendido a 31.950 euros em seu mercado-natal (cerca de R$ 93 mil), o Mégane RS certamente custará mais de R$ 100 mil em nosso mercado. Seu grande apelo é trazer a grife Renault Sport, fortalecida pelo bom papel da francesa na Fórmula 1. Com o Mégane RS, a linha esportiva da Renault teria representantes no Brasil em todos os níveis: GT LIne (itens visuais, como no Sandero), GT (motor turbo, mas limitado a 180 cv) e RS.

O motor do Mégane RS é o mesmo 2 litros turbinado, a gasolina, do Fluence GT, mas calibrado para entregar 265 cv (a 5.500 rpm) e quase 37 kgfm de torque (a apenas 3.000). A velocidade máxima é de 254 km/h, com o 0 a 100 km/h cumprido em ligeiros 6 segundos (sempre segundo a Renault). O ponto que pode ser polêmico entre os clientes brasileiros é o câmbio: o único disponível é o manual de seis velocidades. Tudo bem que deixa o carro mais "na mão" do motorista, mas na faixa de preço que o cupê provavelmente ocupará no Brasil a transmissão sem pedal de embreagem é quase obrigatória.

Visualmente, o cupê está alinhado à atual geração europeia do Mégane, que não foi lançada no Brasil. As peculiaridades estão no enorme spoiler traseiro, na saída de escape posicionada no meio do parachoque e na grade dianteira com friso destacado -- a referência é sempre um bólido da F1.

  • Murilo Góes/UOL

    Renault Mégane RS deve chegar ao Brasil com preço bem acima dos R$ 100 mil

No interior, o Mégane RS entrega itens sofisticados, como os bancos Recaro com costura colorida, e peculiares, como o retrabalho do som do motor para invadir o habitáculo e dar sensação de esportividade. De série, as rodas são de 18 polegadas.

Na França, a gama Renault Sport inclui ainda os Twingo e Clio de nova geração.

Topo