Últimas de Carros

Flagramos o novo Toyota RAV4 rodando em São Paulo

Murilo Góes/UOL
Novo Toyota RAV4 trafega em via secundária na região de Itupeva (SP): completamente diferente imagem: Murilo Góes/UOL

Claudio Luís de Souza
Murilo Góes

Do UOL, em Itupeva (SP)

A nova geração do Toyota RAV4 está a um passo do Brasil. Durante viagem na região de Campinas (SP), a equipe de UOL Carros avistou, seguiu e fotografou duas unidades do SUV, semicamufladas e rodando por vias secundárias perto da rodovia dos Bandeirantes.

Mais tarde, a fabricante japonesa confirmou que o lançamento do novo RAV4 no Brasil acontece entre os dias 5 e 7 de maio.

O modelo da Toyota, que data de 1994 e é considerado o criador do segmento dos utilitários urbanóides (RAV significa "Recreational Active Vehicle", ou "veículo recreacional ativo" na capenga formulação em português; o "4" é referência à tração integral), mudou completamente de aparência -- algo que não acontecia desde 2006.

Para começar, perdeu o horrendo estepe incrustado na porta traseira, algo devidamente celebrado na milionária propaganda do modelo durante o Super Bowl deste ano. Sem o item, o porte do RAV4 assemelha-se ao de Hyundai ix35 e Honda CR-V. São 4,57 metros "líquidos", de parachoque a parachoque -- antes a medida era 4,62 metros, mas com o estepe respondendo por uns bons 20 centímetros do total. A distância entre-eixos não mudou: são 2,66 metros.

  • Murilo Góes/UOL

    Sente falta de alguma coisa? Pois é, o novo RAV4 dispensa o estepe na porta traseira

A dianteira do RAV4 adotou a linguagem mais radicalmente oriental (faróis e grade frontal ascendentes em direção às laterais, emblema da Toyota interrompendo o conjunto e filete central único) que já está no Auris e, seguramente, moldará a nova geração do Corolla. Tal estilo faz com que o RAV4 pareça mais elevado e "bicudo". A enorme área de acabamento preto no parachoque dianteiro é responsável pela ventilação do motor e dá um ar bruto ao carro -- na unidade flagrada, havia luzes de neblina posicionadas nas extremidades da peça.

As lanternas traseiras agora são horizontais, afiladas e com recortes complexos. O posicionamento delas é alto, nos "ombros" do RAV4. Tudo isso só foi possível com a exclusão do estepe.

A motorização do novo RAV4 pode ter opções de 2 e 2,5 litros, conhecidas aqui de Corolla e Camry, sempre 4-cilindros e somente a gasolina, com potências entre 140 cavalos e 180 cavalos (a calibragem final dos propulsores ainda não foi anunciada). Apesar do nome, a tração nas quatro rodas não é obrigatória na gama do jipe -- que hoje custa R$ 119.350 com tração dianteira e vai a R$ 137.050 na variação AWD. O novo RAV4 certamente custará mais que isso, devido ao incremento no tamanho e no conteúdo. Nos Estados Unidos, parte de US$ 23.300 (preço do 4x2 básico, antes das taxas).

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie as imagens para UOL Carros, com seu nome completo, RG ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagrante. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

Para enviar, use o e-mail uolcarros@uol.com.br

Topo