Últimas de Carros

Atualizada em 25.10.2012 14h55

JAC J3 Flex, J2 'arrumadinho' e Faustão colocam chineses de volta ao jogo no Salão

Murilo Góes/UOL
J3 Sport traz adereços e motor 1.5 flex sem tanquinho a R$ 39.900 -- "e nada mais" imagem: Murilo Góes/UOL

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

Após tomar duas pauladas -- primeiro do IPI maior para importados, depois do câmbio desfavorável -- e ter de se ausentar à força da mídia para poupar dinheiro, a JAC se recupera e volta à carga no Salão do Automóvel de São Paulo, que abre as portas ao público nesta quarta-feira (24), mas já pode ser acompanhado em detalhes no Especial feito por UOL Carros. Isso quer dizer que no estande você encontrará duas novidades, há muito prometidas, e um retorno: a voz "inconfundível" do apresentador e garoto-propaganda Fausto Silva no estande e na TV.

A marca chinesa recupera seu ânimo após o "efeito dominó" decorrente da definição das regras para o setor automotivo. Com as cartas do programa Inovar Auto na mesa, a representação brasileira pôde confirmar o projeto da fábrica na Bahia para 2014 -- a terraplanagem do terreno em Salvador começa no final do mês -- e, com isso, obter a permissão para voltar a importar um lote maior de carros pagando IPI menor. Com a operação, a JAC volta a ter dinheiro livre para publicidade e pode pagar o Faustão para aparecer em seus comerciais.  

No estande, duas estreias "completonas" dividem a atenção do visitante/comprador. Soa estranho dizer que um carro com jeito esportivo é a escolha mais racional. Mas é: o conhecido J3 ganha finalmente sua versão com motor flex, anunciada no Salão de Pequim (no já distante mês de abril). Chamada J3 Sport Jet Flex, traz sob o capô um trem-de-força derivado do 1.5 que move o sedã J5, mas agora rendendo 127 cavalos de potência máxima com 15,7 kgfm de torque, quando abastecido com etanol, e sem a limitação do tanquinho de gasolina para partida em dias frios. Atenção: este motor deve se alastrar pela linha da JAC.

De quebra, apresenta as firulas típicas -- faróis com máscara negra agregados visualmente à grade frontal com pintura preta, spoiler de teto, rodas com desenho diferente (mas o mesmo aro 15 do J3 civil), adesivos na lataria e mudanças no acabamento interno, sendo que a iluminação vermelha do painel é a mais interessante; o couro com pespontos vermelhos para bancos é opcional. Chega às lojas em dezembro ao preço-base de R$ 39.900. O J3 somente a gasolina segue no mercado por R$ 36.990.

E para quem é emocional, há o pequeno J2, grande aposta da JAC, com o perdão do trocadilho: com 3,53 metros de comprimento e 2,39 m de entre-eixos é menor que o Fiat Uno, mas mais espaçoso; anda como um foguete de bolso (leia nossa avaliação do modelo chinês de pré-série) por usar o mesmo motor 1.4 a gasolina de 108 cavalos do J3 convencional, mas pesar menos de 900 quilos; traz pacote visual arrumadinho, que pode ser personalizado por adesivos de teto e rodas com desenho e pinturas diferentes; vem recheado com o mesmo conteúdo "completão" do portfólio JAC.

Com chegada marcada para os dias 28 e 29 de novembro (junto com o "relançamento' da pedra fundamental da fábrica da marca na Bahia), poderia ter preço menor, mas está na média do mercado: R$ 30.990 -- o preço foi reajustado para menos um dia após o anúncio de que o IPI reduzido será mantido até 31 de dezembro.

Nas ruas, o J2 vai encarar:

Ah! Há ainda o caminhãozinho T140, com motor 2.8 turbodiesel de 140 cv e opção de carroceria de metal, madeira ou baú e garantia de três anos. E, claro, a retumbante voz de Faustão ecoando de caixas de som e monitores espalhados pelo estande, numa sonora amostra do que voltará a ocorrer na televisão em breve.

  • Simon Plestenjak/Folhapress

    O pequenino J2 vem como carro de estilo e boa pegada da JAC; visual brasileiro é "exclusivo"

Topo