Últimas de Carros

Atualizada em 25.10.2012 12h50

Ford destaca os globalizados New Fiesta, Focus e Fusion

Divulgação
Ford New Fiesta no estande da marca em SP imagem: Divulgação

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

A Ford caminha em velocidade acelerada para a globalização total da linha vendida no Brasil até 2015. Os executivos americanos e brasileiros apontam nosso país como mercado-chave para a marca, que vê chance de se expandir aqui agradando a uma classe média (e média-alta) que procura produtos mais avançados -- só que mais baratos que os alemães premium. 

O Salão do Automóvel de São Paulo traz novos modelos e também novidades tecnológicas que impulsionam a fabricante americana no que parece ser a direção correta. A marca diz ainda não ter perdido de foco o segmento de entrada, mas é patente que modelos mais refinados tendem, infelizmente, a encarecer a gama.

Nesta segunda-feira (22), a Ford mostrou à imprensa novidades do jipinho EcoSport, lançado há cerca de dois meses. Ainda este ano o carro passa a contar com opção de transmissão automática Powershift, de seis velocidades e embreagem dupla, e a volta da versão 4x4 (4WD).

Esse prazo vale também para a nova Ranger, que vai ganhar a versão Sport, dotada de cabine simples. Nenhum preço, no entanto, foi revelado.

BATE, CORAÇÃO
O coração do visitante deve bater acelerado, porém, com o "novíssimo" Fiesta (a rigor, o New New Fiesta), que empresta um visual muito arrojado, quase esportivo, de dois carros-conceitos: o cupê Evos e o Fiesta ST (ambos também no estande).

O Fiesta hatch de cara nova já foi mostrado no Salão de Paris deste ano, mas o sedã faz sua estreia mundial aqui no Brasil. Como UOL Carros adiantou, esta nova fase do modelo deixa de ser importada do México para ser produzida no Brasil no começo de 2013, com lançamento até o meio do ano. O preço atual deve permanecer, mas a marca se justifica prometendo oferecer mais equipamentos (sistema multimídia e de comandos do carros operado pela voz, em português; teto solar e maior segurança etc.) em embalagem mais bonita. 

Hatch e sedã serão feitos a partir de momentos diferentes no país. Nos bastidores, fala-se em diversificação e/ou separação da linha de produção das carrocerias, em fábricas diferentes, mas os executivos desconversam: o certo que é Camaçari (BA) pode ampliar consideravelmente sua produção atual; e mesmo São Bernardo do Campo (SP) tem para onde crescer, embora a unidade já esteja de certa forma comprometida com a nova geração do Ka, em algum ponto futuro.

Sim, a Ford falou de uma, mas já considera duas renovações de sua linha de compactos. Para a marca, o Brasil é a "maternidade" destes pequenos que passam a ter peso de gigante no mercado global.

"O Brasil é nosso principal mercado de carros compactos", disse Jim Farley, vice-presidente mundial de marketing da Ford, outro executivo de porte a participar do Salão. É também crucial na estratégia global da fabricante porque possui capacidade para desenvolver produtos do início ao fim (caso do EcoSport, a ser enviado para China, Índia e outros mercados emergentes). Na conta geral da marca, o Brasil ocupa o 4º lugar do ranking e vem ganhando importância.

O estande da Ford mostra ainda o novo Focus, de terceira geração, que há tempos vem sendo flagrado no Brasil. Ele deve chegar provavelmente no primeiro trimestre do ano que vem, recheado a exemplo do novíssimo Fiesta e do Fusion, já experimentado por UOL Carros Este, aliás, fecha o leque de sedãs e pode ser conhecido pelo visitante em suas variedades -- o carro é mostrado no Salão também na versão híbrida, a última a chegar ao país.

"Nossos carros são melhores que os alemães", garante Farley. A ver.

PRAZER, GAROTA MUSTANG

  • Eugênio Augusto Brito/UOL

    Garota Mustang. O título entrega a função de Fabiana Soares, 26 anos, no Salão do Automóvel. Após vencer outras duas candidatas em votação da Ford feita na internet, a morena de 1,80 metro ganhou o direito de “ofuscar” um dos destaques do Anhembi. O Mustang Boss 302 Laguna Seca, pintado de amarelo Ônibus Escolar com faixas estilo retrô, tem motor 5.0 de 450 cavalos, rodas aro 19, suspensão ajustável, freios Brembo e spoiler dianteiro para uso exclusivo em pista. Showcar, está no Salão apenas para atrair público -- nos EUA, custa US$ 42 mil (cerca de R$ 87 mil, sem taxas, impostos e afins). Agora, quer saber de uma curiosidade deliciosa? Ela foi garota do rival Chevrolet Camaro no Salão de 2010 (veja aqui).

Topo