Últimas de Carros

Salão de São Paulo fica estagnado em 2012 e sonha com casa nova em 2016

UOL
Público total de 2010 foi de 750 mil pessoas -- mesma expectativa da organização do evento para este ano imagem: UOL

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

No ano em que a indústria de carros almeja crescer para se tornar o terceiro maior mercado do mundo, o Salão do Automóvel de São Paulo segue na contramão e espera apenas manter os números da edição anterior, realizada há dois anos. Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (17), a organização do evento afirmou que a expectativa é receber cerca de 750 mil pessoas durante os 12 dias de exposição -- o mesmo número que o Salão de 2010 (o número exato de visitantes daquela edição foi de 750.823).

A culpa", segundo os organizadores do evento, é, em parte, da estrutura do Anhembi, que "está totalmente preparada para suportar um evento desse porte, mas não para um maior". Há aí um alívio de carga, até: é de conhecimento público que o Anhembi não dá conta da demanda há algum tempo; o resultado são pavilhões e estacionamentos lotados durante os dias de evento.

Para aguentar o possível crescimento de público nos próximos anos, o Expo SP deverá se tornar a nova "casa" do Salão do Automóvel, possivelmente a partir de 2016, segundo a empresa organizadora. Trata-se do pavilhão em construção no bairro de Pirituba, zona oeste de São Paulo, com previsão de entrega para 2014.

MAIS CARO DO MUNDO
Outro fator não admitido pela organização, mas que contribui para a média estagnada de público, é o preço dos ingressos, que este ano varia entre R$ 40 e R$ 500. O valor é mais salgado até que o dos grandes salões internacionais -- o ingresso de Paris este ano, por exemplo, custava 13 euros.

De acordo com a organização, os valores cobrados em São Paulo são justificados pelas taxas de serviços do pavilhão e pelos impostos mais elevados no país que causam o aumento do custo de produção do evento. "O consumidor também pode ficar o dia inteiro no Salão, ao contrário de outras exposições em que o ingresso é válido por apenas uma ou duas horas", diz Paulo Octávio Pereira de Almeida, vice-presidente executivo da Reed Exhibitions Alcântara Machado, organizadora do Salão, sem dizer a qual evento estava se referindo.

ESTRUTURA
Além do dinheiro investido nos ingressos, quem optar por ir de carro terá de gastar mais R$ 30 com estacionamento (R$ 20 para motos). São 7.500 vagas no Anhembi, pouco para suportar a média de 60 mil pessoas/dia que devem visitar o local. Apesar de não fazer campanha direta para incentivar os visitantes a irem de transporte público ou táxi, a organização do Salão oferece traslados gratuitos para o pavilhão, saindo das estações Palmeiras-Barra Funda e Portuguesa-Tietê do metrô. 

Além disso, um estacionamento capaz de receber até 6 mil veículos, localizado na rua Voluntários da Pátria, próxima ao pavilhão, terá convênio com a organização do evento. Haverá ônibus para levar e trazer as pessoas deste estacionamento à porta do Anhembi. O preço cobrado é de R$ 12.

O pavilhão terá seis praças de alimentação (uma somente para quem trabalha no evento), com 12 tipos diferentes de restaurantes, oito banheiros, um posto médico, caixas eletrônicos 24h e um guarda-volumes (a R$ 15). Internet sem fio não está disponível para os visitantes.

"ESTÁ MAIOR SIM"
Apesar da expectativa em receber o mesmo número de pessoas que 2010, o Salão de São Paulo está 10% maior em termos de amostra que o evento anterior. E é esse ponto que a organização prefere focar. "Houve um aumento de 42 para 49 marcas em relação ao Salão de 2010. São aproximados 500 modelos expostos, 50 a mais do que o Salão de 2010, e 113 expositores no total, de peças e acessórios, de 11 países diferentes", afirma Almeida.

QUANDO E QUANTO?
O Salão do Automóvel de São Paulo deste ano acontece entre os dias 24 de outubro e 4 de novembro e terá cobertura total de UOL Carros. Os ingressos podem ser comprados em 70 pontos de venda pelo Brasil, pela internet (por meio de um hotsite ou pelas redes sociais da equipe de organização do evento) ou na própria bilheteria. Os preços são os seguintes:

Adulto:
- Abertura (dia 24): R$ 40
- De segunda a sexta: R$ 50
- Sábados e domingos: R$ 70

Crianças até 12 anos, estudantes e meia-entrada:
- Abertura (dia 24): R$ 20
- De segunda a sexta: R$ 25
- Sábados e domingos: R$ 35

Redes sociais (mediante código promocional limitado):
- Abertura (dia 24): R$ 32
- De segunda a sexta: R$ 40
- Sábados e domingos: R$ 56

Caravanas (mínimo de 30 pessoas):
- Abertura (dia 24): R$ 40
- De segunda a sexta: R$ 40
- Sábados e domingos: R$ 56

Kit Fã (2 ingressos, 2 camisetas e catálogo do salão):
- Abertura (dia 24): R$ 150
- De segunda a sexta: R$ 150
- Sábados e domingos: R$ 150

Kit VIP (3 ingressos, 3 camisas polo, catálogo do salão e estacionamento vip):
- Abertura (dia 24): R$ 500
- De segunda a sexta: R$ 500
- Sábados e domingos: R$ 500

O endereço é Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana, São Paulo (SP). O primeiro dia de evento abrirá das 14h às 22h, sendo que a entrada para o público acontece até às 21h. A partir do dia 25, o horário oficial será das 13h às 22h (também com entrada até as 21h), e no última dia (04/11) as portas ficam abertas das 11h às 19h, com entrada entrada até 17h.

Os sites para compra de ingressos e informações sobre o evento são: www.salaodoautomovel.com.br, www.ingressorapido.com.br/salaodoautomovel, facebook.com/salaodoautomovel e twitter.com/salaodoautomovel.

Topo