Últimas de Carros

Atualizada em 13.10.2012 21h02

Chevrolet Trailblazer mira SUVs refinados e oferece motor V6

Ricardo Queiroga/UOL
Chevrolet Trailblazer circula sem disfarces pela Vila Prudente, zona leste de São Paulo (SP) imagem: Ricardo Queiroga/UOL

Claudio Luis de Souza
Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

O SUV Chevrolet Trailblazer será lançado no Brasil em meados de novembro pela General Motors e vai trazer um motor V6 de 3,6 litros, movido a gasolina, com potência de 239 cavalos e torque de 33,2 kgfm, inédito na gama do modelo já à venda em outros mercados. E novas informações obtidas por UOL Carros neste sábado (13) acabam com o mistério da gama: o utilitário será vendido apenas na versão top LTZ, que oferece três fileiras de bancos e capacidade para sete pessoas.  

O jipão terá ainda a opção de um propulsor turbodiesel, de 2,8 litros, com potência de 180 cv e torque de 47,9 kgfm, já usado no carro que é vendido na Tailândia -- por lá, existem as versões LT e LTZ, com pacotes menos e mais sofisticados. A transmissão aqui será automática de seis velocidades, com tração 4x4.

ONTEM E AMANHÃ

  • Claudio Luis de Souza/UOL
  • Divulgação

    Na primeira imagem, Blazer na velha geração; abaixo, Trailblazer em imagem oficial da GM

UOL Carros teve acesso a essas e outras informações sigilosas sobre o Trailblazer, modelo desenvolvido no Brasil em conjunto com a picape média S10, e pode afirmar que ele apaga de seu DNA qualquer traço do "carro de polícia" que foi o Blazer, antigo SUV da Chevrolet muito usado pelas forças de segurança no país e fora de linha há alguns meses (lembre do antigo modelo aqui).

Os alvos do Trailblazer serão SUVs importados e de padrão mais elevado, como Hyundai Santa Fe (que terá nova geração no Salão do Automóvel de São Paulo), Mitsubishi Pajero Dakar, Toyota SW4 e Kia Sorento (veja no quadro abaixo). Isso deixa claro que a faixa de preços do modelo certamente começará (bem) acima de R$ 100 mil (a picape S10 parte de R$ 57 mil).

O entre-eixos é de 2,84 metros, para 4,87 m de comprimento. Com cinco lugares em uso, o porta-malas admite 235 litros; com a segunda fileira também rebatida, ele vai a 1.830 litros.

Motorista e ocupantes terão mimos como bancos em couro em tom claro, chave-canivete, ajuste de intensidade do ar-condicionado específico para as saídas do teto e apoios de cabeça também na fileira extra. Os porta-trecos são mais de 30.

A paleta de cores para o modelo tem sete opções, com variações de cinza, preto, branco e bege.

O painel traz iluminação em tom de azul e computador de bordo com informações em bom português; há alerta de nível de combustível e da vida útil do óleo. Os instrumentos são analógicos (com ponteiros). O comando principal do ar-condicionado é redondo, exatamente como na S10. Ao menos nas imagens obtidas por UOL Carros, não se percebe uma tela central que sugira uma navegação por GPS de alto nível, como ocorre com o modelo tailandês.

Pelo menos por ora, o Trailblazer não está confirmado como atração no estande do Salão de São Paulo, que abre as portas ao público no próximo dia 24. Mas é certo que ele encerra o ano da GM quanto aos lançamentos no Brasil.

Concorrentes do Trailblazer:



Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie as imagens para UOL Carros, com seu nome completo, RG ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagrante. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

Para enviar, use o e-mail uolcarros@uol.com.br

Topo