Toyota Etios causa boa impressão em seu primeiro dia de Brasil

André Deliberato
Do UOL, em São Paulo (SP)

  • André Deliberato/UOL

    Mariana Filleti, estudante de 20 anos, gostou do espaço interno do Etios e acha que o carro vai vender bem, mas não aprovou o desenho do modelo: "é quadrado e tem muito jeito de popular"

    Mariana Filleti, estudante de 20 anos, gostou do espaço interno do Etios e acha que o carro vai vender bem, mas não aprovou o desenho do modelo: "é quadrado e tem muito jeito de popular"

  • http://img.uol.com.br/ico_verfotos.gif ÁLBUM DE FOTOS
  • http://img.uol.com.br/ico_ler.gif AVALIAÇÃO COMPLETA

Se as vendas do Etios seguirem as opiniões iniciais do público sobre ele, a Toyota já tem o que comemorar. Em seu primeiro dia de apresentação para o consumidor (nesta sexta-feira, 3/8, em estande localizado no Shopping Morumbi, zona sul da cidade de São Paulo) o carro causou boa impressão.

UOL Carros esteve no evento e conversou com alguns dos visitantes. E o que mais chamou atenção foi a quantidade de pessoas que foram ver o carro pelo fato de ele ser "o primeiro popular da Toyota". Dos 20 entrevistados, 17 afirmaram que o tradicionalismo da marca foi o principal fator para a visita. Também houve opiniões de que o carro poderia ser mais bonito e bem-acabado.

André Deliberato/UOL
O carro seria revolucionário em 2002. Meu Uno tem acabamento melhor. Achei feio e igual ao Logan

ANDRÉ ALLEMANN, estudante

Vale lembrar que a Toyota afirmou, durante a apresentação do carro no Japão, que o Etios seria o modelo responsável por rejuvenescer o público da marca. No primeiro dia, isso parece não ter acontecido -- a média de idade entre as pessoas com quem UOL Carros conversou foi de 42 anos.

No geral, a boa aceitação do público se deve, principalmente, à proposta que o Etios quer passar: a de um compacto espaçoso, seguro e em que se pode confiar. "O carro tem espaço e esse é seu principal atrativo", afirma Alex Cerqueira, 33 anos, analista de informática -- que completa: "O interior abusa do plástico e o painel central vai atrapalhar o motorista, mas se ele trouxer freios ABS e airbag de série, terá uma proposta interessante."

Leonardo Verleun, 54 anos, empresário, tem opinião parecida. "Se o carro custar mesmo R$ 35 mil e vier com os itens de segurança, além dos equipamentos básicos de conforto, é uma ótima proposta, mesmo sem ter um desenho inovador. Aliás, qual dos Toyota atuais tem?"

André Deliberato/UOL
Gostei do carro. É atraente por ser um Toyota. Também curti o Hyundai HB20, estou em dúvida entre eles

BRUNO LEE, administrador

Indignação também houve, mas num caso isolado. André Alleman, 19 anos, estudante, não gostou nada do que viu. "Se estivéssemos em 2002 o carro seria revolucionário. Tenho um novo Uno e o interior dele dá um banho neste. Fiquei curioso por ser um Toyota, mas minha suspeita se confirmou: o carro é grandalhão [sedã], simples e feio igual ao Logan. Também achei que o motor seria mais forte: 1.5 com 96 cv? Tem carro com motor 1.6 aspirado à venda no mercado que tem quase 130 cv", disse.

Em contrapartida, outras pessoas foram surpreendidas pelo acabamento e gostaram do design. É o caso de Edison Guerra, 55 anos, representante comercial. "Ele não é fotogênico, só que não podemos chamá-lo de feio. O painel eu tinha achado horroroso pela internet, mas fui pego de surpresa: não é referência em refinamento, mas tem a mesma qualidade que o de um nacional já conhecido. É um carro interessante", avisa.

André Deliberato/UOL
Achei feio pela internet, mas o carro me surpreendeu. É bem interessante

EDISON GUERRA, consultor de vendas

Karina Guiotoku, 22 anos, e Mariana Filleti, 20, duas estudantes que frequentam a região do Morumbi, foram conhecer de perto a novidade e gostaram do modelo. "O carro é quadrado demais, mas tem um bom acabamento e preço de popular. E é um Toyota, né?", diz Karina. Mariana seguiu a mesma linha: "O Etios não é bonito, só que é espaçoso. Acho que vai vender bem".

Bruno Lee, 21 anos, administrador, disse que foi conhecer o modelo por causa do preço. "Gostei do carro, mas também curti o Hyundai HB20. Estou indeciso entre os dois". A dúvida de Lee também estava na cabeça do casal Paulo Araújo, 51, e Sueli Abreu, 52, que têm um filho de 20 anos que planeja trocar de carro. "Meu filho tem um Gol 1.0 e procuramos um carro seguro para ele, que não chame tanto a atenção. Se o Etios custar R$ 35 mil e vier com ABS e airbag, ele é um forte candidato", afirma Sueli.

A resposta do público no primeiro dia de apresentação do carro foi positiva. Com potência e torque revelados, resta saber os preços oficiais, as diferenças entre as versões e, mais importante, se a impressão do público continuará a mesma até a chegada definitiva do carro, que deve acontecer em 17 de setembro. Até lá, o Etios vai ter percorrido quase o país inteiro em eventos como o que está em São Paulo.

  • André Deliberato/UOL

    Média de idade entre os entrevistados por UOL Carros foi de 42 anos; movimento do público foi grande no primeiro dia de exposição do compacto. CLIQUE AQUI para ver as outras datas do evento 

  • André Deliberato/UOL

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos