Hyundai inicia vendas do sedã Equus por R$ 320 mil

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Divulgação

    Sedã de luxo chega para conquistar clientes de BMW Série 7, Mercedes Classe S e Audi A8

    Sedã de luxo chega para conquistar clientes de BMW Série 7, Mercedes Classe S e Audi A8

Mirando nos fãs dos mais luxuosos carros alemães, compradores de BMW Série 7, Audi A8 e Mercedes-Benz Classe S, a Hyundai começa a vender no Brasil a partir desta semana o Equus, o maior de todos os sedãs da marca sul-coreana.

O motor do carro é um V8 de 4,6 litros, com duplo comando de válvulas variável na admissão e no escape, capaz de render até 366 cv. O câmbio que o comanda é um automático de oito marchas. A tração é traseira e a suspensão, a ar, comandada por controles eletrônicos que podem ser determinados pelo motorista ou de forma automática, variando de acordo com o piso.

Como é de se esperar num carro de mais de R$ 300 mil, o Equus é completo e não tem opcionais. A lista de equipamentos é grande: faróis e lanternas de LEDs; rodas de liga leve de 18 polegadas; sistema de som HD com 17 alto-falantes, tocador de MP3 e DVD com entradas USB, auxiliar e para iPod; bancos (massageadores) e volante, ambos revestidos em alcântara, com aquecimento; acabamento em madeira; console central (dianteiro e traseiro) com computador de bordo e frigobar; cortinas elétricas nos vidros laterais e traseiros; bancos traseiros reclináveis; e monitor de oito polegadas touch-screen.

Há também os itens "obrigatórios", como ar-condicionado digital, freio de estacionamento elétrico comandado por botão, bancos elétricos com memorizador de ajuste, direção eletro-hidráulica e teto solar.

  • Divulgação

    Motor V8, acabamento refinado, lista de equipamentos extensa e preço "baixo" são as armas do Hyundai Equus contra seus principais concorrentes: sedãs grandes alemães e até SUVs de luxo

  • Divulgação

SEGURANÇA
Além do conforto, o Equus também esbanja no quesito segurança. Pontuador máximo com cinco estrelas nos testes de colisão do órgão americano de segurança automotiva (NHTSA), o carro é equipado com controle de estabilidade, nove airbags, encostos de cabeça ativos, freios ABS (antitravamento) com EBD (distribuidor de frenagem) e controlador automático de velocidade.

Mesmo com a etiqueta de R$ 320 mil, o Equus apela para um praço mais baixo que o dos concorrentes para tentar emplacar. Com tamanho de Série 7, A8 e Classe S, rivais diretos e com valores acima de R$ 450 mil, o modelo da Hyundai tem preço próximo ao dos sedãs da categoria imediatamente inferior, formada por Série 5, A6 e Classe E.

A estratégia é a mesma adotada pelo Azera, por exemplo, que tem motor V6 e tamanho para ser rival de Toyota Camry, Chevrolet Omega e Honda Accord (também com motores V6), mas pelo preço mais baixo, na casa dos R$ 110 mil, disputa mercado com Volkswagen Passat, Citroën C5 e Peugeot 508, que têm motores menores.

Veja mais fotos do Equus
Veja Álbum de fotos


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos