Novo Fiat Uno parte de R$ 25.550 (duas portas) e R$ 27.350 (quatro portas)

CLAUDIO DE SOUZA
Enviado especial à Praia do Forte (Bahia)*

Atualizada às 23h28

A Fiat do Brasil começou nesta terça-feira (4) o lançamento oficial do Novo Uno. O modelo da marca italiana chega com três acabamentos -- Vivace, Attractive e Way -- e duas opções de motorização -- os propulsores Fire EVO 1.0 e 1.4. Os preços oficiais do Novo Uno foram revelados à imprensa automotiva esta noite, na Praia do Forte, litoral da Bahia. Confira os valores:

Vivace 1.0: R$ 27.350
Way 1.0: R$ 28.490
Attractive 1.4: R$ 31.080
Way 1.4: R$ 31.870

Os preços acima são válidos para o Novo Uno quatro portas, que chega imediatamente às revendas. Segundo a marca, a carroceria duas portas deve começar a ser vendida em até 45 dias -- ou seja, em meados de junho -- e vai custar R$ 1.800 menos. Eis os preços:

Vivace 1.0: R$ 25.550
Way 1.0: R$ 26.690
Attractive 1.4: R$ 29.280
Way 1.4: R$ 30.070

O Novo Uno serve ainda para reorganizar a linha de compactos da Fiat: de saída, já promove um rearranjo nos preços de Mille e Palio, que passarão a ter desconto de R$ 600. Na briga com a concorrência, deve se posicionar entre os carros de entrada (com motor 1.0), como Volkswagen Gol G4, Chevrolet Celta e Ford Ka, e os compactos mais "sofisticados", com motor 1.6, mirando o novo Gol e o Ford Fiesta.

  • Divulgação

    Novo Uno chega para reforçar tropa de compactos da Fiat contra Volks, GM e Ford

O Novo Uno aposta num design que, ao Brasil, chega com sabor de inovação, ou pelo menos chegaria, não fosse o lançamento do Kia Soul em 2009. O estilo foi batizado de Round Square (literalmente, "quadrado redondo"). O nome é autoexplicativo, mas a primazia do estilo parece pertencer a alguns modelos japoneses; uma referência confessa -- citada à revista Quatro Rodas por um designer da Fiat -- é a Scion, marca pop da Toyota nos Estados Unidos. Mas modelos e protótipos anteriores da própria Fiat namoraram essa estética.

 

FOTOS EXCLUSIVAS
Murilo Góes/UOL
OS DETALHES DO NOVO UNO

Quanto às medidas, o Novo Uno tem 3,77 metros de comprimento (entre-eixos de 2,37 metros) e 1,49 metro de altura (versões Vivace e Attractive; a Way é mais alta). Seu porta-malas tem capacidade para 280 litros de bagagem, valor aceitável para um modelo dois-volumes desse porte. O Novo Uno é, portanto, 8 cm mais comprido que o Mille, mas pode carregar um pouco menos de bagagem.

Montado sobre uma nova plataforma, com 82% de componentes inéditos no Brasil e no mundo (segundo a montadora), o Novo Uno tem estrutura de hatch e jeitão de multivan -- resumidamente, é um carro quadradinho com arestas redondinhas. E, por ora, as fotos falam mais do que mil palavras.

O QUE TEM CADA UNO
A versão de entrada, a Vivace, terá como mote (além do preço reduzido) a economia de combustível. Por isso, chega dotada de Econômetro, indicador analógico do consumo médio já presente na gama Mille e Palio. Outros itens de série citados pela Fiat não chegam a ser suficientes para não tratar a versão como "pelada": hodômetros total e parcial e indicador de temperatura da água digitais, brake-light, porta-luvas com tampa, luz-espia de manutenção programada, banco traseiro com duas posições para o encosto e apoio de cabeça regulável (na frente, os apoios de cabeça são fixos). Ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, regulagem de altura para banco do motorista e para os cintos de segurança dianteiros são opcionais. Quem quiser pode acrescentar ABS (antitratavemento) e EBD (distribuição de força) ao sistema de freios, além de airbags, o chamado kit HSD (High Safety Drive).

SÓ NA CANA

  • Divulgação

    Paralelamente ao lançamento do Novo Uno, a Fiat mostra o carro-conceito Uno Ecology, que mescla materiais naturais e recicláveis em sua composição (fibra de coco, miolo de cana-de-açúcar e outros) e recarrega baterias através do painel solar no teto.

    Ele é movido apenas a etanol e conta com sistema Start/Stop, que desliga o motor em paradas curtas, como no semáforo

Já o Novo Uno Way 1.0 "enfatiza um espírito mais aventureiro" (as palavras são da Fiat). Ao conteúdo da versão Vivace somam-se itens de conforto e estilo, como barra longitudinal no teto, porta-luvas iluminado, conta-giros, faróis com máscara negra, lanternas traseiras fumê, suspensão elevada, tecidos de revestimento exclusivos, revestimento preto nas colunas das portas, anéis estéticos na grade dianteira, frisos laterais das portas com o nome da versão, detalhes estéticos nos para-choques dianteiro e traseiro e molduras nas caixas de roda. Os opcionais são os mesmos da Vivace.

A versão Attractive traz o propulsor EVO de 1,4 litro e um recheio mais polpudo, ampliando o conteúdo da versão de entrada. São de série cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura e laterais traseiros retráteis de três pontos, conta-giros, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do reservatório de combustível, console de teto, console central longo (dois porta-copos e um porta-objetos), espelho de cortesia do lado do motorista, limpador e lavador do vidro traseiro com intermitência, porta-óculos, retrovisores externos com comando interno mecânico, alças de segurança traseiras, vidro traseiro térmico temporizado com limpador e lavador, volante com regulagem de altura, revestimento preto das colunas das portas, para-choques, maçanetas das portas e espelhos retrovisores na cor da carroceria, soleiras dianteiras e traseiras, apoia-pé e frisos laterais nas portas. Ar, direção hidráulica, vidros e trava elétricos, ABS/EBD, regulagem de altura para o motorista e airbags são alguns dos opcionais.

Por fim, a versão top é a Way 1.4, uma espécie de ampliação da Way de 1 litro somada à Attractive (até os opcionais são os mesmos desta última), mas com pneus de uso misto (on e off-road) de aro 14. Esse é o Novo Uno que poderia ser chamado (mas não será) de Adventure.  

 

 

  • Divulgação

    Até junho, Novo Uno só terá carroceria de quatro portas; esta é a Attractive 1.4

A Fiat decidiu também oferecer kits de personalização, todos com itens visuais externos e/ou internos, como adesivos decorativos e painel com moldura em preto brilhante. São seis de fábrica: Square e Smile para a Vivace, Jeans e Sunny para a Attractive e Tribal e Steel para a Way. Além deles, haverá outros três disponíveis nas concessionárias: WWW, Arabesco e Podium. Quanto às cores, são 14, três delas exclusivas da Fiat e compatíveis com a proposta jovem do Novo Uno: amarelo citrus, azul splash (para Vivace e Attractive) e verde box (na Way).

Veja a lista de equipamentos do Novo Uno


Como se pode notar nas listas de equipamentos acima, nenhuma das versões do Novo Uno traz de série equipamentos ultradesejados pelo consumidor brasileiro, tais como ar-condicionado e direção hidráulica; e "luxos" como regulagem dos retrovisores por alavanca manual só vão aparecer na versão intermediária (comandos elétricos, nem em sonho). Por outro lado, a partir da porta de entrada (Vivace) já é possível adquirir ABS/EBD e airbags, itens que serão obrigatórios em alguns anos. E todas as versões têm carroceria de quatro portas. 

MOTORIZAÇÃO E CONSUMO
Os motores Fire EVO (abreviação de "Evolution", ou evolução) de 1 e 1,4 litro que equipam o Novo Uno possuem algumas peculiaridades em relação aos Fire "antigos". Por exemplo, em ambos o coletor de admissão é feito de plástico; no maior, a centralina da Magnetti Marelli é de "última geração". Mas isso não mudou substancialmente o rendimento.  

  • Divulgação

    A traseira do Novo Uno é o ângulo que melhor exprime a ideia de 'quadrado redondo'

O propulsor 1.0 gera potência máxima de 75/73 cavalos e torque máximo de 9,9/9,5 kgfm, sempre a 3.850 rpm (etanol/gasolina). São os mesmos dados do motor Fire 1.0 da gama Palio, mas atingidos em rotações mais baixas. Por sua vez, o bloco 1.4 entrega 88/85 cv e 12,5/12,4 kgfm (etanol/gasolina) a 3.500 rpm. O torque é idêntico (inclusive nos giros) ao do atual motor 1.4 do Palio, mas a potência é um pouco maior com etanol (era 86 cv) e surge bem antes (era a 5.750 rpm).

A Fiat promete um consumo médio de 15,6 km/l (gasolina) e 10,5 km/l (etanol) na cidade com o Uno Vivace 1.0, chegando a 20,1 km/l e 12,9 km/l na estrada. Já o Attractive 1.4 faria 14,7 km/l (gasolina) e 10,3 km/l (etanol) em uso urbano e 19,4 km/l e 12,8 km/l (etanol) em uso rodoviário.

UM MILHÃO DE HORAS
O Novo Uno é um reforço na batalha da Fiat contra os principais carros pequenos das fabricantes rivais e também na briga para manter a liderança na venda de automóveis e veículos comerciais leves no Brasil (reafirmada em 2009). A montadora quer emplacar de 10 mil a 12 mil unidades do modelo por mês, fazendo com que a soma de Palio, Mille e Novo Uno chegue às 28 mil vendas mensais -- ou seja, está prevista uma canibalização dos dois carros já existentes, que hoje emplacam cerca de 25 mil unidades/mês. Trata-se, enfim, de um lançamento crucial na história recente da indústria automotiva brasileira; sabendo disso, a Fiat o preparou por três anos, desde a prancheta até esta noite, no Polo de Desenvolvimento Giovanni Agnelli, na fábrica de Betim (MG), e gastou por volta de US$ 600 milhões nessa empreitada.

Alguns dados fornecidos pela Fiat: entre designers e engenheiros, 600 profissionais gastaram cerca de um milhão de horas no (então chamado) "projeto 327". Foram construídos 99 protótipos, além de 88 unidades para verificação da montagem; entre pré-série e pré-produção, surgiram mais 239 "quase-Unos". Fechando a conta: antes de o Novo Uno nascer oficialmente houve 426 carros de teste. Vários foram flagrados nos arredores da empresa. Depois, vazaram fotos de divulgação, quase certamente de dentro da Fiat. Por fim, a montadora decidiu liberar algumas imagens oficiais do carro no último dia 22. E hoje, ao anunciar os preços do Novo Uno como quem solta bombas sobre a concorrência, a Fiat lançou os dados de sua sorte no Brasil para os próximos anos.

Nesta quarta-feira (5) UOL Carros participa de um test-drive do Novo Uno. Em seguida publica suas impressões sobre o modelo, além de fotos exclusivas.

*Viagem a convite da Fiat

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos