VW Golf ganha rodas de Bentley, som arrasador e espera por V6

Lucas Ken Ohori
Especial para o UOL

  • Luciano Falconi/Fullpower

    Golf 1.6 Sportline: rodas da Bentley, suspensão rebaixada e muito estilo

    Golf 1.6 Sportline: rodas da Bentley, suspensão rebaixada e muito estilo

Quando George Vinicius escolheu seguir a carreira de dentista, já sabia que deixaria as pessoas de boca aberta. Só não esperava ver tantos queixos caídos ao rodar com seu Golf Sportline 1.6 modificado, de 2009. Seguindo o estilo Eurolook, o carro impressiona pelo visual levemente modificado, um sistema de som de qualidade e um belo jogo de rodas do Bentley Continental GTC.

Até então inexistentes no Brasil, as rodas percorreram um longo caminho até chegar às mãos de Vinicius: "Tenho dois amigos que moram em Londres, na Inglaterra, e fiz a encomenda com eles. Comprei, mandei entregar e esperei uma viagem da dupla para o Brasil. Na hora de despachá-las, cada roda veio dentro de uma mala", comemorou. Além de gigantes, as rodas aro 19 também são largas, com 9'' de tala.

RODA GIGANTE
Calçadas propositalmente em pneus Dunlop Direzza, na medida 215/35, elas resultam em um visual chamado "Strech Tire". Mas não pense que elas foram fáceis de serem encaixadas nos cubos do Golf. "Assim que peguei as rodas, tive que mandar refazer a furação. Originalmente, elas são 5x112 e não batiam nem de perto com as 5x100 do VW. Depois de refuradas, precisei também de espaçadores para as rodas dianteiras. Por serem muito largas e o carro rebaixado, pegavam um pouco nos amortecedores", explica o proprietário.

Para rodar nessa altura, Vinicius instalou amortecedores da Koni com regulagem de pressão e retrabalhou as molas originais. Apesar do visual mais agressivo, o dono do Golf ainda prevê novos upgrades para o modelo, como a instalação de um suspensão a ar com sistema AccuAir. Este dispositivo permite o controle e seleção de três níveis de altura pré-programados por controle remoto. "Com as bolsas totalmente vazias, quero que a cambagem fique negativa, bem agressivo", afirma.

Veja mais fotos do VW Golf modificado
Veja Álbum de fotos

Na carroceria, detalhes discretos garantem a diferenciação. O emblema "VW" originalmente cromado e fixado na grade dianteira recebeu uma pintura preto fosco. Já na parte traseira, a tampa do porta-malas foi parcialmente alisada, sem emblemas e sem limpador de vidro traseiro. As lanternas tiveram as bordas das lentes escurecidas com tinta vermelha, enquanto as piscas e luz de ré (brancos) foram pintados de vermelho no tom original.

SOM
Internamente, o que se nota é um projeto de sonorização viável e relativamente simples, com bom acabamento de instalação e principalmente a funcionalidade do porta-malas -- exigência do proprietário.

Tudo começa com a central multimídia fixada bem ao centro do painel, um DVD-player Pioneer 2 Din com Bluetooth integrado. Responsáveis pelo projeto, Roberto Fonseca e Ricardo Pereira recortaram, lixaram e pintaram cuidadosamente uma chapa de Eucatex, que serviu como moldura para o player. O resultado ficou como original.

Localizados nas portas dianteiras e traseiras estão dois kits Bravox da série Premium (cada um com potência de 70 W RMS). Eles são os responsáveis por reproduzir todo o estéreo do conjunto e garantir um som limpo, equilibrado e mais rico em detalhes. No porta-malas, de cara é possível enxergar os dois módulos existentes no projeto: um Banda 2.4 classe AB para o estéreo e um Stetson 1k5 digital para o mono. Na lateral esquerda, uma caixa dutada de 55 litros feita de fibra e madeira abriga o subwoofer Alpine de 12 polegadas, importado diretamente dos Estados Unidos. Trabalhando em posição invertida, ele dispara graves potentes e até macios.

Toda a ligação dos componentes é feita por cabos da RCA Audiophonic (modelo Club) com dupla blindagem, que garantem boa qualidade de sinal. Nos graves, quem ajuda a segurar a onda durante os picos de batidas é um mega capacitor de 1,5 farad da mesma marca. Aliado a uma caixa porta-fusível, encerra a lista de equipamentos do compartimento de bagagens.

Os instaladores protegeram o sistema com um disjuntor de 200 amperes. Localizado no cofre do motor, também tem fiação dimensionada: fios com 16 mm para o estéreo e de 25 mm para o mono.

CABE UM V6
Esbanjando estilo com visual diferenciado e som potente de qualidade, um fôlego a mais para o motor do Golf não seria má ideia. Nada que preocupe o dono, que promete deixar o cofre totalmente alisado para a chegada de um belo motor V6 de 200 cavalos do Golf VR6 europeu.

Últimas de Carros



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos