C 600 Sport, maxiscooter da BMW, pede R$ 52 mil pelo status premium

Aldo Tizzani

Da Infomoto

A Copa do Mundo no Brasil começa a entrar em sua fase decisiva e a Alemanha, como sempre, é uma das favoritas ao título. E enquanto a seleção de Joachim Löw preocupa os brasileiros que sonham com o hexa nos gramados, Infomoto aproveita para testar o mais novo convocada para a linha de produtos da BMW Motorrad do Brasil: o C 600 Sport, primeiro maxiscooter da marca alemã vendido aqui.

Luxo, sofisticação e visual arrojado são as principais características desse modelo, que chega com intuito de combinar mobilidade de uma moto urbana, conforto de uma scooter e desempenho de uma estradeira. Para isso, cobra salgados R$ 52.000, muito acima de rivais como Suzuki Burgman 650 (R$ 42.900) e Yamaha TMax 530 (R$ 42.500).

Apesar da discrepância no preço, a divisão de duas rodas da montadora já vendeu 50 unidades do C 600 num primeiro lote, metade do que planeja comercializar até o fim deste ano. Isso signfica que o "brinquedão" está agradando, e é fácil entender o porquê: a BMW tem status e muitos fãs no Brasil e, além disso, está ingressando em um segmento que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado nacional.

Mario Villaescusa/Infomoto
Para-brisa possui regulagem de altura manual em até três posições, e sistema de transmissão é blindado para não entrar poeira
Infomoto avaliou o C 600 Sport e concluiu que, embora nenhum item justifique a diferença de quase R$ 10.000 em relação às concorrentes -- alguns até deixam um pouco a desejar --, é um produto que não deixa de ter vários pontos positivos, pois é feito para agradar um consumidor que exige desenho elegante, bom desempenho e um pacote de conforto bastante recheado.

REQUINTE
Apesar dos traços arrojados, o novo maxiscooter da BMW é bem resolvida esteticamente. Para isso, apela a soluções como escapamento curto, que deixa a bela roda de liga leve à mostra, faróis e lanternas em LED e apoio para os pés em aço.

O sistema de transmissão é blindado, para não entrar poeira, e o para-brisa possui regulagem de altura em três posições (o ajuste é manual, porém muito fácil de operar). O modelo traz ainda um flexcase (espécie de bolsa expansiva que aumenta o espaço sob o assento), onde é possível acomodar até dois capacetes fechados. Entretanto, o sistema só funciona com o maxiscooter estacionado.

Há ainda outros adereços estéticos e tecnológicos, como manoplas aquecidas, controle de pressão dos pneus (RDC) e freio de estacionamento acionado automaticamente, via cavalete lateral, que conferem comodidade ao motociclista. Já a altura do banco (80 cm) e o túnel central alto comprometem o conforto para pilotos abaixo de 1,80 m, pois estes não conseguem alcançar o encosto de lombar.

QUASE ESTRADEIRA
Feito especialmente para a cidade, o C 600 Sport é um pouco limitado em uso urbano, pois pois, devido ao seu porte, tem dificuldades para brigar com automóveis e motocicletas mais ágeis nas ruas movimentadas das metrópoles. Além disso, o ruído do escapamento em giros mais baixos incomoda e a transmissão CVT (continuamente variável) demora a "empurrar" o scooter, o que torna as saídas de semáforo menos cômodas do que o ideal. 

Mario Villaescusa/Infomoto
Porta-objetos abaixo do assento conta com um sistema chamado "flexcase". É uma bolsa expansiva que aumenta o espaço de armazenamento e permite guardar até dois capacetes fechados. Contudo, ele só funciona com o maxiscooter desligado
Surpreendentemente, é na estrada que o C 600 Sport mais pode satisfazer aqueles que buscam bom desempenho. Muito disso vem do motor de dois cilindros paralelos, com refrigeração líquida e 647 cm³, que gera bons 60 cv de potência (a 7.500 rpm) e 6,73 kgfm de torque (aos 6.000 giros). Graças a ele, é possível encontrar uma característica mais esportiva -- como o próprio nome sugere -- em giros mais altos. 

A suspensão traseira é formada por um belo monobraço traseiro em alumínio, de 115 mm, com amortecedor instalado de forma horizontal -- o amortecedor, aliás, é um dos responsáveis por conferir rigidez e estabilidade ao conjunto. Na dianteira, o garfo invertido de 40 mm ajuda a absorver bem os impactos. 

Também merecem destaque os freios, que contam com generosos discos de 270 mm (duplos na frente, simples atrás) e pinças flutuantes. O sistema ABS (antitravamento), presente nas duas rodas, ajuda a proporcionar frenagens bastante precisas.


Com esse conjunto, mais os pneus de perfil esportivo, o centro de gravidade baixo e a distância entre-eixos, o C 600 Sport "gruda" no chão nas retas e contorno de curvas, oferecendo precisão e estabilidade similares às de uma moto convencional, mesmo em velocidades maiores.

Justamente por isso, esbanja diversão e segurança na estrada e se torna uma boa opção para o turismo sobre duas rodas.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos