Linha Honda CB 500 faz estreia mundial em Milão

Aldo Tizzani
Da Infomoto, em Milão (Itália), especial para o UOL

Compartilhando a mesma base técnica, "corpo" e "cuore", a Honda apresentou no Salão de Motos de Milão (EICMA 2012) sua nova linha de motocicletas baseadas no motor de dois cilindros e 500 cc de capacidade cúbica. Os três modelos -- a CBR 500 R, carenada (com inspiração na CBR 1000 RR), a CB 500 F (naked) e a CB 500 X -- seguem a nova identidade visual da marca e já figuram como os lançamentos mais aguardados do evento italiano.

Recém-concebido, o motor bicilíndrico de 500 cc é bastante compacto e leve (52,7 kg), com comando duplo no cabeçote e quatro válvulas por cilindro. Alimentado por injeção eletrônica, o novo propulsor gera 48 cv a 8.500 rpm e 4,39 kgfm de torque, a 7.000 rpm. Em função de sua arquitetura, a montadora declara que a motor terá consumo de combustível de 27 km/litro., praticamente o mesmo da NC 700 X, já comercializada no Brasil.

Na parte ciclística, os três modelos usam praticamente o mesmo conjunto dianteiro e traseiro -- garfo telescópico tradicional com 41 mm de diâmetro (com curso de 120 mm nas versões "R" e "F"; e 140 mm na "X") e monoamortecedor fixado por links. Os modelos contam com rodas de liga leve de 17 polegadas, com pneus de perfil esportivo (120/70, na dianteira, e 160/60 na traseira). O sistema de freios, assistidos por ABS de série, conta com disco tipo margarida de 320 mm na frente, mordido por uma pinça de duplo pistão. Já na roda traseira, disco de 240 mm simples com única pinça de pistão.

Honda mostra suas novidades no Salão de Milão 2012
Veja Álbum de fotos

Além do design, a diferença entre os três modelos fica mesmo por conta da geometria do quadro. Confira os detalhes:

CB 500 F: 1.410 mmm de distância entre-eixos, 25,5° de ângulo de Trail
CB 500 X: 1.421 mm de distância entre-eixos, 26,5° de ângulo de Trail
CBR 500 R: 1.410 mm de distância entre-eixos, 25,5° de ângulo de Trail

As versões "F" e "R" também compartilham o tanque de combustível, com capacidade para 15,5 litros. Já a CB 500 X tem um tanque de combustível um pouco maior (17 litros) e assento mais alto (810 mm). As motos pesam 194 kg (CBR 500 R), 192 kg (CB 500 F) e 195 kg (CB 500 X). Com o lançamento danova linha, fica claro que a Honda quer modelos mundiais, com desenhos simples, motor de baixo consumo e bom volume de vendas. Na Europa, a comercialização deve começar no primeiro trimestre de 2013.

GOLDWING
Outro lançamento da marca que chamou muito a atenção foi a Honda GoldWing F6B, "B", de bagger (que se refere à bolsa lateral, mas que nos Estados Unidos é usado para descrever motos com esse acessório). A gran tourer conserva as mesmas linhas do modelo atual, mas sem o topcase e o para brisa alto, o que a deixou bem parecida com uma Harley-Davidson Street Glide. O paralama também está mais curto, dando um toque mais radical à moto destinada ao turismo de luxo. Vestida de preto ou vermelho, a nova versão da GoldWing continua com o torcudo motor de seis cilindros opostos de 1.800 cc, que gera 118 cv a 5500 rpm e 17 kgfm de torque, a 4000 rpm. O sistema de freios Dual C-ABS é de série.

A Honda também reformulou a superesportiva CBR 600 RR, que ganhou novos faróis dianteiros e agora aparece também no mesmo esquema de cores da equipe Repsol Honda, que já está presente em sua irmã maior há algumas gerações. Além disso, a superesportiva de média cilindrada ganhou novo conjunto de suspensão dianteiro e traseiro.

Viagem a convite do Instituto Italiano para Comércio Exterior (ICE)

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos