Honda estreia retrô CB 1100 e traz de volta pintura Repsol para sua gama

Arthur Caldeira

Da Infomoto, em Colônia (Alemanha)

O destaque da Honda no Salão de Colônia 2012 não será vendido no Brasil – e, por enquanto, em nenhum outo lugar do mundo. A nova CRF 450 Rally -- modelo exclusivo para competição que será entregue aos pilotos oficiais da marca, incluindo o mineiro Felipe Zanol -- foi desenvolvida pela HRC, divisão de competição da Honda, com base na CRF 450X. A moto fará sua estreia no rali do Marrocos, que acontece este mês, mas foi criada com foco na edição 2013 do rali Dakar. E só.

MODELOS NOVOS
Assim como outras marcas, a Honda decidiu não dar bola para a crise que assombra a Europa. E de novidade "real", a fabricante revelou dois novos modelos, que serão vendidos no Velho Continente a partir de 2013.

O primeiro é o NSC 50R, um scooter com motor monocilíndrico de 50 cc, feito para atrair novos consumidores interessados em um veículo de baixo custo para pequenos deslocamentos. Para torná-lo ainda mais atraente, o modelo será comercializado também no esquema de cores da Repsol (Honda Team da MotoGP), além de cinza metálico e branco perolizado.

Já o segundo é a CB 1100, uma naked em estilo retrô, que já compõe a gama da marca desde 2010. Até então uma joia exclusiva do mercado japonês, a moto era pedida pelos europeus há algum tempo, mas a ideia de lançá-la veio com base no sucesso do modelo no mercado australiano. A CB 1100 conta com motor de quatro cilindros em linha de 1.140 cm³, capaz de gerar até 87 cv.

Veja mais fotos da Honda no Salão de Motos de Colônia 2012
Veja Álbum de fotos

No Brasil, a Honda já vendeu a CB 1300 (ela segue os mesmos moldes da moto que está chegando à Europa), que deixou de ser importada em 2010 por conta de suas vendas tímidas. Por isso, dificilmente a CB 1100 deve chegar ao nosso mercado.

CORES RENOVADAS
As velhas conhecidas dos motociclistas europeus também ganharão novas cores para 2013. Foram atualizadas as nakeds CB 600F Hornet e CB 1000R, que ganharam nova combinação de corpo branco com rodas douradas. A bigtrail aventureira Crosstourer, que já foi anunciada para o Brasil, também recebeu novos grafismos e a cor preta fosca como opção.

Já a superesportiva CBR 1000RR Fireblade teve sua tradicional pintura tricolor (branco, vermelho e azul) redesenhada, mas a grande novidade para o modelo foi a volta da pintura Repsol (Honda Team) e seus tons alaranjados como opção de cor. A superesportiva mais forte da marca volta, portanto, a vestir as cores da RC 213V, que compete na MotoGP.

UOL Cursos Online

Todos os cursos