Conheça a fábrica que produz os motores da Harley-Davidson

Da Infomoto

  • Divulgação

    Visitamos a fábrica de motores de Menomonee Falls, próxima a Milwaukee (EUA). Lá são montados os propulsores refrigerados a ar das famílias Sportster, Dyna, Touring e CVO

    Visitamos a fábrica de motores de Menomonee Falls, próxima a Milwaukee (EUA). Lá são montados os propulsores refrigerados a ar das famílias Sportster, Dyna, Touring e CVO

  • http://img.uol.com.br/ico_verfotos.gif ÁLBUM DE FOTOS

Transformação é a palavra-chave dentro da Harley-Davidson. A centenária marca de motocicletas vive um momento de mudanças na flexibilização de sua produção, no desenvolvimento de novos produtos em ritmo mais acelerado e até na ampliação da participação no mercado externo. Hoje, a HD tem bases nos Estados Unidos, Europa, Ásia e África, além do Brasil, que ganhará nova fábrica em Manaus (AM).

A nova planta fabril contará com área de 10.000 m², 25% a mais que a antiga. Pelo mundo são mais de 1.400 concessionários, que juntos comercializaram 222.110 unidades em 2010. O segmento moto (formado pelas vendas de motocicletas, peças, acessórios e merchandising) faturou US$ 4,2 bilhões ano passado. Agora é hora de deixar os números de lado e conhecer a fábrica de motores da Harley-Davidson, que fica em Menomonee Falls, próxima a Milwaukee, no estado de Wisconsin (EUA).

Às margens da Pilgrim Road -- rodovia expressa como a Via Dutra, que liga São Paulo a Guarulhos -- são fabricados os propulsores refrigerados a ar das famílias Sportster, Dyna, Touring e CVO (motos customizadas de fábrica), além do trike, triciclo da Harley. A exceção fica por conta do motor Revolution, que equipa a linha V-Rod. Este é produzido em Kansas City (Missouri).

Adquirida em 1996, a planta que fica em Menomonee Falls também fabrica transmissões que vão para as linhas de montagem de motos HD em York (Pensilvânia) e Kansas City. Ali também são produzidas estatores do sistema de ignição, peças e outros acessórios como, por exemplo, malas rígidas e top cases.

Apesar de investir em um sistema de produção mais flexível, trabalhos padronizados e processos focados, com um líder em cada célula, o que mais chama a atenção é a liberdade que estes trabalhadores têm na linha de produção dos "Big Twins" refrigerados a ar. Entre mensalistas e horistas são 800 colaboradores, com um grande número de mulheres trabalhando na produção. Eles se revezam na linha de montagem dos motores, que está dividida em quatro grandes setores: aço, alumínio, pintura eletrostática (a pó) e desenvolvimento.

Os funcionários não precisam usar macacões, como nas fábricas japonesas. Os norte-americanos são mais relaxados e bem-humorados -- usam bermudas e camisetas. Muitos têm tatuagens. Alguns estamparam na própria pele a paixão e o orgulho de trabalhar na Harley-Davidson. O mais engraçado é ver no meio da fábrica uma "praça de alimentação", com forno microondas, refrigerantes e inúmeros salgadinhos.

MÁQUINAS E MOTORES
Segundo informações da Harley, são necessárias aproximadamente duas horas para construir integralmente um "V2". Mas a quantidade de motores fabricados em Pilgrim Road é segredo de estado. São usados na montagem desses propulsores cerca de 750 componentes de 130 fornecedores -- entre eles, rolamentos INA e tintas DuPont. Mas como nasce um Big Twin?

As peças já chegam fundidas e são enviadas para a usinagem. Uma a uma vão ganhando formas, novas silhuetas, furos e rosca para se encaixarem às outras peças. Ou seja, lá são torneadas e recebem os primeiros acabamentos.

Há na fábrica da Harley cerca de 1.800 máquinas, ferramentas de precisão e pneumáticas. Mas há também muitos processos manuais para checar se determinada peça se encontra em conformidade ou não, para aplicar algum tipo de seladora entre as peças ou simplesmente apertar parafusos. Para agilizar a produção, muitos componentes são transportados por bicicletas ou em carrinhos elétricos.

Já os funcionários adotam outros subterfúgios para acelerar a montagem dos motores da linha Twin Cam. Usam side bags e top cases para guardar pequenas peças. Para completar o trabalho, que é bastante verticalizado dentro da fábrica da Harley, o motor vai passando por vários processos, células de trabalho e testes. Os principais são os de montagem, usinagem de alumínio e aço, e os processos chamados "de suporte", que incluem os testes de conformidade.

Detalhe: hoje, 90% dos motores produzidos em Menomonee Falls recebem pintura preta e o restante, prata. Mas há variações de acabamento, como aletas de refrigeração polidas. Assim, finalmente os motores saem da unidade de Pilgrim completamente montados e já com óleo lubrificante para serem instalados nos quadros das motos nas fábricas da Harley de York e Kansas City.

A fábrica de motores da Harley não é a mais moderna e eficiente do mundo, mas com certeza é a que tem a equipe mais motivada. Estes trabalhadores são alimentados por uma paixão sobre duas rodas. Um mito que celebra 108 anos em 2011.

VISITA MONITORADA
Se você estiver de férias pelo estado de Wisconsin e for um fã incondicional da Harley é possível fazer um a visita gratuita à fábrica de motores, que proporcionará uma pequena visão da linha de montagem e também de algumas áreas previamente designadas. As visitas duram aproximadamente 30 minutos e acontecem durante intervalos regulares, entre 9h e 14h, todas as segundas-feiras.

Para participar os interessados devem ter mais de 12 anos. O tour em Pilgrim Road contempla até 10 convidados por sessão. As visitas não são feitas aos finais de semana, feriados e trocas de turno. Os agendamentos – individuais ou de grupos – só podem ser feitos pelo telefone: 1-877-883-1450 (ligação gratuita).

Mas para conhecer a linha de montagem, a marca faz algumas exigências: câmeras fotográficas e de vídeo não são permitidas na área interna. Para entrar na fábrica só serão aceitos pessoas calçadas com sapatos baixos e totalmente fechados. Visitantes com idade inferior a 18 anos devem estar acompanhados de um responsável. Além disso, portadores de necessidades especiais devem informar sua condição com antecedência para que sejam providenciadas as condições necessárias para um melhor atendimento. Na saída o visitante ganha uma foto e botom com a frase "Steel Toe Tour" (traduzindo: passeio com biqueira de aço), já que todos os visitantes precisam colocar sobre o calçado uma proteção.
(por Aldo Tizzani)

SERVIÇO
Fábrica de motores da Harley-Davidson
W156 N9000 - Pilgrim Road
Menomonee Falls, WI 53051
1-877-883-1450


* Viagem a convite da Harley-Davidson



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos