TNT R160 é a naked mais radical da Benelli

Da Infomoto

Acaba de chegar às concessionárias européias a nova TNT R160 2011, a naked mais esportiva da linha Benelli. Com visual arrojado, a moto está equipada com motor de três cilindros em linha de 1.131 cm³ de capacidade cúbica, que gera 157,8 cv de potência máxima. Outro diferencial fica por conta de aparência, já que muitas peças são fabricadas em fibra de carbono. A R160 é produzida em duas versões de cores: branca com quadro vermelho e vermelha com chassi cinza-chumbo. O modelo tem preço sugerido de 14.100 euros.

O motor da R160 oferece um comportamento bastante vigoroso. Este três cilindros da montadora sino-italiana (a marca foi vendida para o grupo chinês QJ) equipa outros modelos da série TNT, mas no modelo naked o propulsor trabalha de forma mais esperta. Para minimizar as vibrações, o motor da Benelli adotou um sistema balanceador. Dessa forma, o motociclista terá maior conforto e prazer na tocada de sua R160.

Segundo a Benelli, a TNT R160 é sinônimo de alto desempenho: 157,8 cv a 10.200 rpm de potência máxima e 12,2 kgfm a 8.400 rpm de torque máximo. Uma característica do motor de três cilindros em linha é sua força em baixas e médias rotações, como nos propulsores de dois cilindros em V, aliada a maior elasticidade dos motores de quatro cilindros em linha.

O modelo conta com câmbio de seis velocidades e transmissão final por corrente. Para engates mais suaves e precisos, a nova integrante da família TNT está equipada com embreagem anti-deslizante. Já o escapamento foi posicionado sob a rabeta da moto, muito semelhante aos usados nas motos de competição. Para reduzir os níveis de poluentes, o sistema de exaustão recebeu um eficiente catalisador e sonda lambda.

CHASSI E CICLÍSTICA
Com 2.100 mm de comprimento e peso seco de 205 kg, a R160 também ganhou um chassi exclusivo: seção principal feita em aço e um sub-quadro em alumínio fundido. De acordo com a montadora, o conjunto de suspensão da nova moto utiliza o que há de mais sofisticado disponível no mercado: na dianteira suspensão invertida (upside-down) da grife Marzocchi, com garfo de 50 mm de diâmetro, totalmente ajustável. Na traseira, monoamortecedor ZF Sachs, que absorve com muita propriedade as imperfeições do solo. Ambas contam com 120 mm de curso.

Para ajudar no trabalho de amortecimento, a TNT R160 conta com pneu dianteiro na medida 120/70. Na roda traseira a moto pode usar três medidas: 190/50, 180/55 ou 200/50, este último indicado para uso exclusivamente em pista. Com o objetivo de oferecer maior controle e segurança ao piloto, a R160 conta a tradição e eficiência dos freios da grife Brembo: na dianteira dois grandes discos de 320 mm de diâmetro com fixação radial e na roda traseira foi instalado disco simples de 240 mm de diâmetro. Ambos os discos contam com o desenho tipo margarida (wave) e pinça de quatro pistões.

Na parte estética, destaque para conjunto de piscas, acoplados e embutidos nas duas laterais do tanque de combustível -- semelhantes aos da Suzuki B-King --, rodas de liga leve de cinco raios, além de várias peças fabricadas em fibra de carbono, como para-lama, tampa lateral do motor, ponteira e spoiler. Para finalizar, um completo painel de instrumentos, que fica protegido por uma pequena carenagem e bolha fumê. (por Aldo Tizzani)



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos