Harley-Davidson apresenta nove modelos da linha 2010 para espantar a crise

Da Infomoto

Nada melhor para enfrentar a crise mundial do que apresentar novidades. Pois a Harley-Davidson decidiu fazer mais do que isso e, e de uma tacada só, lançou nove motocicletas novas -- são cinco de série e mais quatro personalizadas pela própria empresa. Os modelos sugerem uma fusão do estilo clássico com tecnologia, oferecendo ao consumidor produtos mais modernos, confortáveis e que transmitam segurança, além do bom e velho status da marca.
  • Divulgação

    A chopper Dyna Wild Glide 2010 é representante da linha old school da Harley-Davidson

Um dos destaques da linha 2010 de Harley-Davidson é a Electra Glide Ultra Limited, a mais nova estrela da linha Touring. O tradicional motor de dois cilindros em V recebeu um upgrade. Agora o Twin Cam ganhou o nome "103" em alusão à sua capacidade em polegadas cúbicas e tem 1.688 cm³.

Outra novidade é a Road Glide Custom. Com visual excêntrico, traz suspensão rebaixada, roda de liga leve de cinco raios e escapamento com sistema de exaustão 2x1. O modelo conta ainda com carenagem frontal e malas laterais rígidas.

E a linha 2010 traz de volta mais uma integrante da família Dyna. Na sua concepção, a Wide Glide é uma releitura das choppers "old school": maior ângulo de cáster, farol pequeno e rodas pintadas de preto. Além disso, a moto tem bancos individuais, para-lama traseiro mais curto e freios a disco em ambas as rodas.

No melhor estilo "Hot-Rod", o Street Glide Trike é a versão urbana do triciclo da Harley-Davidson. De cara perdeu o top case e, consequentemente, o encosto para o garupa. Na traseira, rodas de liga leve calçadas com pneus Dunlop Signature P205/65R15. O Street Trike está equipado com o novo motor Twin Cam 103.

Vestida de preto fosco, a Fat Boy Lo é outra atração da linha. Fabricado desde 1990, o modelo virou ícone motociclístico no filme "O Exterminador do Futuro II". Agora, a nova versão "dark" traz suspensão rebaixada e ponteiras de escape em aço inox. O nome Lo (do inglês low) faz referência ao fato de se tratar da moto mais baixa da linha HD. O assento está a apenas 616 mm do solo.

CUSTOMIZADAS DE FÁBRICA
A linha 2010 da lendária marca norte americana também conta com quatro modelos personalizadas de fábrica (CVO, Custom Vehicles Operation): Ultra Classic Electra Glide, Street Glide, Softail Convertible e Fat Boy. Todas contam com pinturas especiais e itens de desempenho e conforto, além de fazerem parte de uma edição limitada da HD.

Segundo o fabricante, a Softail Convertible tem como principal característica o para-brisa destacável (daí o termo Convertible, ou conversível). O modelo prima pela versatilidade, já que pode rodar com bastante desenvoltura tanto na cidade como na estrada -- levando-se em conta que a dificuldade de enfrentar o trânsito é uma característica das motos custom. Conta ainda com rodas de liga leve, alforjes em couro e sissy bar (encosto para a garupa).

Já a Street Glide oferece, segundo a HD, excelente desempenho, principalmente na estrada e está equipada com acessórios exclusivos da linha Scream Eagle. Além de sissy bar, a moto traz malas laterais rígidas e sistema de freios com disco duplo na dianteira.

A Ultra Classic Electra Glide e a Fat Bob da família CVO se destacam pela pintura e detalhes exclusivos -- como filtro esportivo, freios a disco em ambas as rodas e vários itens de conforto. Todos os modelos customizados de fábrica estão equipado com um novo motor V2 -- Twin Cam 110, de 1.803 cm³ -- alimentado por injeção eletrônica de combustível. (por Aldo Tizzani)


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos