Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://carros.uol.com.br/motos/album/mobile/2015/08/21/kawasaki-ninja-h2-a-moto-de-aceleracao-mais-rapida-do-mundo.htm
  • totalImagens: 17
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20150821172641
    • Kawasaki [30807];
    • Kawasaki [30807];
Fotos

Kawasaki Ninja H2, movida por um motor de 1.000 cc com compressor, é a atual moto de aceleração mais rápida do mundo Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Superesportiva é vendida no Brasil por sistema de encomenda, por R$ 120 mil mais frete e seguro Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Somente 28 unidades da H2 foram trazidas ao país; dessas 24 já foram vendidas Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Grande destaque da Ninja H2 é o motor 4-cilindros de 998 cm³, desenvolvido pelo setor de aviação da Kawasaki; superalimentado por compressor de 2,4 atmosferas de pressão, ele gera insanos 210 cv de potência e 13,6 kgfm de torque Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Aos 7.000 giros, é possível sentir a atuação do compressor de forma incisiva; nível de aceleração é absurdamente único Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Para domar tanta força, H2 conta com ciclística ultramoderna e muitos auxílios eletrônicos: controles antiderrapagem e de tração, freios ABS (antiblocantes) e assistente para troca de marchas sem embreagem são alguns dos itens Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Visual parece o de uma moto vinda do futuro, reforçando caráter único da Ninja H2 Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Porte avantajado (2,08 m de comprimento e quase 1,5 m de entre-eixos) e pintura em camadas, com direito a faixas em um prata bem reluzente, quase espelhado, chamam a atenção na superesportiva japonesa Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Duas entradas laterais, margeando o farol de LED em formato de diamante, servem para a indução direta de ar Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Freios monobloco Brembo de fixação radial e discos de 330 mm de diâmetro são os mais modernos do mercado Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Amortecedor eletrônico de direção, desenvolvido com a Öhlins, mantém a H2 estável em alta velocidade Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Conta-giros analógico do painel acende os números respectivos aos giros alcançados; função "boost" indica o nível de atuação do compressor Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Roda traseira fica exposta em função da arquitetura da suspensão, estilo monobraço Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Cor preta com a camada reflexiva de prata é a única pintura disponível para a Ninja H2 Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Apoio lombar é ajustável e "segura" o piloto na moto quando o compressor entra em ação Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Assim como o conjunto óptico dianteiro, lanterna traseira também usa LEDs; rabeta lembra a cauda de um avião Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Por não aproveitar o ar quente dos cilindros para girar a turbina, H2 não é uma moto turbo; sistema de sobrealimentação funciona com um compressor de arquitetura centrífuga, 2,4 atmosferas de pressão e capacidade de girar a até 130.000 rpm Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Kawasaki Ninja H2, a moto de aceleração mais rápida do mundo

Últimos álbuns de Motos

UOL Cursos Online

Todos os cursos